«No começo, houve desconfiança. Disseram: 'O Fábio não entende nada de futebol'. Vi hoje um vídeo do começo do ano que me chateou muito, dizendo que eu iria durar três jogos. Isso é um desrespeito enorme com o ser humano. Te pregam na parede e começam a jogar pedra sem saber. E são burros ainda, nem esperam começar o ano» – Fabio Carille, técnico do Corinthians