Brasileirão 2019 / análise 3ª rodada: Fernando Diniz renova debate do futebol brasileiro com virada do Fluminense em cima do Grêmio.

Anúncios

Brasileirão 2017 fecha a quarta rodada com a surpreendente Chapecoense na liderança. Escancara a pressão em treinadores, como Zé Ricardo no Flamengo, sem bons resultados. Aumenta a interrogação em cima de Palmeiras e Atlético-MG, dois candidatos ao título. E reforça o bom momento de Grêmio e Corinthians.

Sete dos oito clubes que vieram da Copa da Libertadores direto para oitavas chegaram às quartas de final da Copa do Brasil. Grêmio, Palmeiras, Atlético-PR, Atlético-PR, Flamengo, Santos e Botafogo carimbaram a vaga. Nesta quinta-feira, a Chapecoense, que perdeu por 1 a 0 no jogo de ida, recebe o Cruzeiro com boa chance de também avançar.

Brasileirão 2017 começa com uma boa média de três gols por jogo, uma chacoalhada do Bahia para cima do Atlético-PR, a força do campeão Palmeiras na volta de Cuca e incertezas quanto ao futuro do São Paulo de Rogerio Ceni, Corinthians, Santos e, em especial, do Vasco. Acompanhe análise da primeira rodada que teve boa média de público – 17,5 mil em oito jogos – impulsionada pelas torcidas de Flamengo, Palmeiras e Corinthians.

pratto

São Paulo fechou a contratação de Lucas Pratto neste início de noite de quinta-feira (09/2). Vai pagar cerca de R$ 40 milhões ao Atlético-MG por 100% dos direitos do atacante argentino – 65% à vista e 35% divididos em três parcelas. O Atlético terá direito ainda a 15% em eventual futura venda ao mercado europeu nesta temporada de 2017 e na de 2018. Trata-se de uma das mais caras negociações entre clubes brasileiros. Daniel Nepomuceno, presidente do Galo, disse que é a segunda maior transação da história do Atletico-MG. Bom para o clube mineiro, que reforça o caixa, e ótimo ao São Paulo, que compra gols e aumenta cacife do presidente Leco nas eleições em abril.

32616769352_3aa202722d_z

São Paulo precisa de um jogador de peso, de nome no mercado. Uma contratação para provocar impacto no time de Rogerio Ceni e reforçar os alicerces da candidatura do atual presidente Carlos Augusto de Barros e Silva (Leco) à reeleição no comando do clube. Lucas Pratto precisa de um time onde se sinta rei e possa jogar sem concorrência e, perfeito, ficar em evidência aos olhos de Edgardo Bauza, técnico da Seleção Argentina. Essa conjunção de interesses pode levar Pratto ao Morumbi ainda nesta semana.

622_384b435d-90c2-3f75-82c6-4673fdc383a6esporte-futebol-diego-flamengo-20160918-001

Jogar no futebol brasileiro tem sido fácil aos repatriados nos últimos anos. É só ter um pouquinho de vontade. Veja o caso de Diego Ribas no Flamengo. Em pouco menos de cinco meses no clube carioca, virou referência. Pediram sua volta à Seleção Brasileira. Diego estava há mais de dez anos na Europa. Robinho, entre idas e vindas, também se destacou no cenário nacional em defesa do Atlético-MG, um dos melhores do Brasileirão 2016. E o que dizer de Zé Roberto, 42 anos, peça fundamental no Palmeiras campeão…