Corinthians e São Paulo estão fora da Copa do Brasil, antes mesmo das oitavas de final. Caíram de mãos dadas nos confrontos contra Internacional e Cruzeiro nesta quarta-feira. No domingo, decidem vaga à final do Campeonato Paulista no Itaquerão. Vai sobreviver quem assimilar com mais naturalidade o desastre que colheram na segunda competição nacional mais importante do futebol brasileiro. Como venceu o jogo de ida por 2 a 0 no Morumbi, o Corinthians leva vantagem. A favor do São Paulo a boa atuação no Mineirão, um ingrediente a mais a encorajar o time na decisão na casa do adversário.

Anúncios

esporte-futebol-gremio-atletico-mg-ramiro-20161207-009

CBF dá mais importância à Copa do Brasil do que ao Campeonato Brasileiro. Deixou bem clara essa opção quando anunciou nesta segunda-feira (19/12) a nova premiação ao campeão da Copa em 2018. Vai pagar R$ 68,7 milhões ao clube que levantar a taça. O Palmeiras levou apenas R$ 17 milhões com a conquista do Brasileirão 2016.

6xz7ftsm98a4tluul5wki5pw9

Futebol tem fórmulas prontas de sucesso… na cabeça dos dirigentes. Quando dá certo, aplausos. Quando não funciona, pedradas. O exemplo vem do Sul. Inter e Grêmio, em apuros no Brasileirão e embarcados no fracasso da temporada, recorreram às tais fórmulas do sucesso. No caso, de volta ao passado. O Inter se deu muito mal. O Grêmio conquistou a Copa do Brasil. No futebol cabe tudo.

esporte-futebol-gremio-atletico-mg-ramiro-20161207-009Futebol voltou ao Brasil nesta quarta-feira ainda sob emoção da tragédia da Chapecoense. Voltou com a decisão da Copa do Brasil entre Grêmio e Atlético-MG em Porto Alegre. Todos os ingredientes do jogo estavam lá. Arena lotada, torcida pulsante, jogadores em respeito mútuo, imprensa a relatar, árbitros serenos. Tudo parecia no seu lugar, não fosse por um detalhe. Havia dor no estádio com 55.377 torcedores.

Mesmo nessa atmosfera de compaixão e paixão, o Grêmio fez valer a vantagem estabelecida em Belo Horizonte, quando emplacou 3 a 1 de forma surpreendente, no jogo de ida, e sagrou-se campeão com o empate por 1 a 1 em Porto Alegre. Conquistava assim um título nacional depois de um jejum de 15 anos. E condecorava o técnico Renato Gaúcho, ídolo de outrora e tricolor de coração.

pedro_rocha_1xvfagg
Pedro Rocha, autor de dois gols do Grêmio, saiu expulso no segundo tempo

Grêmio destrói Atlético-MG no Mineirão com autoridade de campeão e encaminha a conquista da Copa do Brasil ao vencer por 3 a 1 o jogo de ida. Na partida no Sul, dia 1º de dezembro, levanta a taça até com a derrota por 1 a 0. Aclamado como imortal, o time gaúcho não se intimidou em nenhum momento, nem mesmo quando perdeu Pedro Rocha, autor de dois gols, expulso com 21 minutos do segundo tempo. Do outro lado, vaias e críticas ao treinador do Galo.

82qb7gh06x_2t3ey9u8s_file

STJD concedeu efeito suspensivo ao Grêmio na punição com perda de mando de campo na final da Copa do Brasil e multa de R$ 30 mil. Clube gaúcho entrou com recurso nesta manhã de quinta-feira (17/11) e conseguiu a primeira vitória contra o tribunal, alvo de uma avalanche de críticas, ridicularizado na mídia, redes sociais e nos bastidores do futebol brasileiro. A punição se deu por casa da “invasão” de Carol Portaluppi, filha do técnico Renato Gaúcho, ao campo após encerramento da partida contra o Cruzeiro, pela semifinal da Copa do Brasil.

622_607425a8-9544-3e7a-bc84-49f19f9efab1-1

De domingo (23/10) a esta quinta-feira (27/10), dois acontecimentos dentro do Maracanã e do Mineirão alcançam enorme repercussão em todo o Brasil. No Rio, 31 corintianos estão detidos aguardando julgamento por se envolverem em confrontos com a Polícia Militar no estádio símbolo do futebol brasileiro antes do jogo Flamengo x Corinthians. Em Belo Horizonte, se registrou a morte de um torcedor dentro da arena mineira nesta noite de quarta-feira durante a partida Cruzeiro x Grêmio. Episódios de extrema gravidade. A CBF, gestora e dona do poder do futebol no País, ainda não havia se manifestado sobre os incidentes até às 16h15 desta quinta-feira. Um descalabro.