Pepe Guardiola já tem um problema complicado para resolver quando voltar de férias do Manchester City. Trata-se da cotovelada que o zagueiro Otamendi atingiu Gabriel Jesus, nos minutos finais do amistoso Argentina 1 x 0 Brasil, realizado na sexta-feira, em Melbourne. Jesus sofreu um fratura na face, foi desconvocado da Seleção Brasileira e deve ser examinado em São Paulo para se ter certeza de que o caso é ou não de cirurgia.

Gabriel Jesus quase não pegou na bola no jogo do Manchester City contra o Middlesbrough fora de casa no domingo (30/4). Mesmo ausente da maioria das ações ofensivas de seu time, até porque foi pouco procurado pelos companheiros e muito bem marcado, Jesus fez o gol de empate (2 a 2), aos 40 minutos do segundo tempo. Letal. Gol que ajuda Pep Guardiola a salvar seu primeiro ano no futebol inglês.

ece_02_gabriel_jesus_boot

Fratura do dedo mindinho do pé direito afasta Gabriel Jesus do futebol por até três meses, atestam os médicos do Manchester City. O garoto de 19 anos se machucou no jogo contra o Bournemouth no Campeonato Inglês nesta segunda-feira. Aclamado como destaque do time de Pep Guardiola, empurrando o argentino Aguero para a reserva, Jesus compromete os planos do treinador que havia encontrado um jeito de o time jogar de forma avassaladora no ataque. E mexe com a cabeça de Tite nos jogos da Seleção Brasileira em março pelas Eliminatórias da Copa de 2018. Sem seu camisa 9, Tite deve apostar em Roberto Firmino, atacante do Liverpool.

gjesus

Gabriel Jesus aparece de novo e resolve a vida do Manchester City. Dessa vez, muito abusado. Fez os dois gols da vitória contra o Swansea por 2 a 1 no Campeonato Inglês. Um gol, no início da partida. E o segundo, nos minutos finais do jogo. Um furacão. Não por acaso ganhou notas altíssimas dos jornais ingleses. No Daily Mail, levou 8. No Manchester Evening News, faturou um 9. Seu apetite e soluções convenceram Pep Guardiola de que Jesus é, sim senhor, titular do time e pode empurrar Aguero, terceiro artilheiro da história do clube, para fora do City. Aguero passou bom tempo no banco de reservas no jogo deste domingo. Entrou e viu Jesus de perto decidir o confronto.

jesus-solo-celeGabriel Jesus não precisa do tempo. O tempo é que precisa de Gabriel Jesus. Ligeiro, determinado, pulveriza seus marcadores com um piscar d’olhos. Fulmina goleiros com extrema desenvoltura como se manobrasse um brinquedo. Não treme e faz tremer zagueiros, sejam eles durões ingleses constituídos de uma muralha de músculos. Quem entendia ou entende tudo isso como um exagero, dever mudar de posição a partir da exibição de Jesus na sua estreia no Campeonato Inglês com a camisa do Manchester City nesta quarta-feira (01/2).