Sandro Rosell, ex-presidente do Barcelona e ex-diretor da Nike em negócios com a CBF, está preso em Madri desde terça-feira (23/5) acusado de lavagem de dinheiro. Lionel Messi, sim, o craque dos craques do Barça, e seu pai foram condenados a 21 meses de prisão por causa de três crimes fiscais, em sentença proferida pelo Supremo Tribunal espanhol na quarta-feira (24/5). Cristiano Ronaldo, astro dos astros do Real Madrid, também foi acusado pela Receita Federal espanhola de fraude fiscal de 15 milhões de euros, nesta quinta-feira (25/5). E, por fim, 50 jogos da Segunda B do Campeonato Espanhol estão sob investigação com suspeita de manipulação de resultados. Futebol na Espanha passa pelo crivo da Justiça. Enquanto isso, no Brasil…

Anúncios

Real Madrid anunciou a contratação de Vinicius Jr, jogador juvenil do Flamengo, de apenas 16 anos. Um dos mais ricos da Europa, o clube espanhol vai desembolsar 45 milhões de euros (cerca de R$ 162 milhões) para levar o garoto na temporada de 2019. A negociação é uma das maiores do futebol brasileiro e ganhou todas manchetes esportivas na terça-feira. Vinicius Jr se junta a Gabriel Jesus, Gabigol, David Neres e Lyanco, todos com menos de 20 anos, negociados aos clubes da Europa, entre agosto de 2016 e maio de 2017.

Daniel Alves e Higuaín, com valiosa colaboração de Dybala, mandaram um recado a Cristiano Ronaldo. Nós estamos aqui, a Juventus pede passagem.

paulo-henrique-ganso-na-partida-do-sevilla-contra-o-alaves-pelo-campeonato-espanhol-1475346191264_956x500

Paulo Henrique Ganso deixou o São Paulo negociado ao Sevilla por 10 milhões de euros, em junho de 2016. Convenceu dirigentes do clube paulista do seu desejo de jogar no futebol europeu. Carregou com a sua transferência o sonho de se destacar no time de Jorge Sampaoli e dali pular para um gigante, quem sabe um Real Madrid, um Barcelona, reatar a parceria com Neymar. Seis meses depois, Ganso sofre duras críticas e pouco aparece em campo. Quando joga, vira alvo de pedradas da imprensa local.

62636035_topshotargentina27s-lionel-messi-gestures-as-players-of-brazil-celebrate-neymar27s-goal-duLionel Messi, discreto como um monge, está nas manchetes mais uma vez. Na mídia da Espanha se discute a renovação de seu contrato com o Barcelona – vence em 2018 -, em contrapartida com novo acordo entre Cristiano Ronaldo e Real Madrid. Na Argentina, e por tabela, na América do Sul, a pressão em cima do craque ressurge coma delicada situação da sua seleção nas Eliminatórias da Copa de 2018. Messi está com uma tonelada nas costas. Resta saber como vai reagir.

messi-quinta-bola-de-ouro-2015-11012016-610x330

Fifa acaba de esculhambar a escolha do melhor jogador do mundo ao abrir a votação, por meio da internet, aos torcedores. Não que a torcida não tenha de ser consultada, o que pesa contra são os critérios subjetivos na hora de votar. Participação democrática sempre é bem-vinda. O problema é que, em eleições desse tipo, nem sempre se escolhe aquele jogador que tem mais bola. Prevalece a paixão, idolatria. Nesse caso, por ser caladão e introspectivo, Lionel Messi corre grande risco de ficar fora da lista dos três mais votados em 2016. O craque argentino tem cinco bolas de ouro na sua coleção.

casemiro_v1zss5e9k6o110udwyia54926080116-SOC-Barcelona-Douglas

Casemiro e Douglas deixaram o São Paulo em baixa. O volante foi emprestado ao Real Madrid em 2013 para jogar no time B do clube espanhol. O lateral saiu negociado com o Barcelona por R$ 14,5 milhões. Na época das transações, torcedores do Tricolor não reclamaram. A maioria aprovou a saída dos dois. Hoje, o Real não admite perder Casemiro por nada nesse mundo e o Barcelona não consegue se livrar de Douglas e admite até bancar seus salários em outro clube.