Torcedores do Flamengo usaram as redes sociais para acusar Alex Muralha pela derrota para o Cruzeiro na decisão por pênaltis da Copa do Brasil. Bateram no goleiro alegando que ele adotou estratégia errada nas cobranças dos cruzeirenses, saltando sempre para a direita em todas as cobranças. Diego, que teve seu pênalti defendido por Fabio, foi poupado.

Santos e TV Globo não falam o mesmo idioma desde março de 2016 quando o clube vendeu seus direitos de transmissão dos jogos do Brasileirão ao canal Esporte Interativo (EI), do grupo norte-americano Turner. Contrato terá validade de 2019 a 2024. Entre os grandes clubes do grupo da elite do futebol brasileiro, o Santos foi o primeiro a romper com a Globo – depois o Palmeiras também cedeu os direitos ao EI.

Palmeiras avança às oitavas de final da Copa Libertadores 2017 e se junta a Santos, Atlético-MG, Atlético-PR, Botafogo e Grêmio, representantes do futebol brasileiro também classificados. Flamengo e Chapecoense ficaram no meio do caminho – clube catarinense ainda tenta recuperar a vaga na Corte Disciplinar da Conmebol.

Queda na fase de grupos da Copa Libertadores tira do Flamengo a possibilidade de faturar R$ 24,5 milhões ao final da competição. Essa seria a premiação paga pela Conmebol que o time carioca teria direito se fosse o campeão, acumulando cotas das oitavas de final até a decisão do título. Como caiu eliminado com a derrota (2 a 1) para o San Lorenzo, da Argentina, na quarta-feira (17/5), vai levar apenas R$ 5,7 milhões pelos três jogos que atuou como mandante nessa fase de grupo. Prejuízo financeiro e um desastre assustador do ponto de vista técnico.

Quando Raí destruiu o Barcelona em 1992, Zico esfarelou o Liverpool em  1981 e Renato Gaúcho pulverizou o Hamburgo em 1983, e tantos outros chamados de heróis levaram seus times ao título, nenhum torcedor em nenhum canto do planeta estava preocupado se a Fifa reconheceria aquela façanha de campeão do Mundial de Clubes. Vencedores celebravam a conquista, perdedores choravam a derrota. Sul-americanos e europeus, não importa aqui a ordem. Eram sim senhores os campeões do mundo, mesmo que a taça não tivesse o timbre da Fifa, muito menos se o papel frio dos documentos não atestasse a idoneidade do jogo entre clubes da América e da Europa. Ninguém dava a mínima para a Fifa.

622_384b435d-90c2-3f75-82c6-4673fdc383a6esporte-futebol-diego-flamengo-20160918-001

Jogar no futebol brasileiro tem sido fácil aos repatriados nos últimos anos. É só ter um pouquinho de vontade. Veja o caso de Diego Ribas no Flamengo. Em pouco menos de cinco meses no clube carioca, virou referência. Pediram sua volta à Seleção Brasileira. Diego estava há mais de dez anos na Europa. Robinho, entre idas e vindas, também se destacou no cenário nacional em defesa do Atlético-MG, um dos melhores do Brasileirão 2016. E o que dizer de Zé Roberto, 42 anos, peça fundamental no Palmeiras campeão…