oswaldo-de-andrade-corinthians-x-america-mg-16102016_1wraotehtvmw1165rudsdupqwCorinthians ainda tem meios de evitar o desastre nesta temporada de 2016. A única saída é conquistar vaga na Copa Libertadores de 2017, depois da generosa colaboração da Conmebol ao aumentar número de clubes brasileiros na competição. O torneio internacional é garantia de receita extra com cotas de televisão e bônus de premiação. Mais que isso, a certeza de que terá casa cheia no Itaquerão e boas perspectivas de aumentar o faturamento do seu programa de sócio-torcedor. Para que essa equação seja resolvida, o time precisa jogar bola nas três rodadas que restam no Brasileirão. Essa é a encrenca.

cru

Corinthians se beneficia de erro da arbitragem, cede empate  (1 a 1) ao Cruzeiro e vê o Palmeiras ficar com o título simbólico de campeão do primeiro turno do Brasileirão. A preocupação do seu torcedor nem era fechar na frente do rival e sim enxergar um horizonte mais claro na sequência do campeonato. E o resultado nesta segunda-feira não indica que dias melhores virão. No momento do aperto, se teve nítida a falta de um elenco qualificado à disposição de Cristóvão Borges, chamado de “burro” no Pacaembu ao trocar Romero por Marlone.