Junho de 1982 parecia mágico, horizontes se abrindo. Chumbo do ar se esvanecia para dar cor ao país. Céu limpo, dias claros. Havia esperanças e certezas de que um novo rumo estava logo ali na esquina. Novas conquistas. Havia um time de futebol a embalar todos os sonhos. Impossível de ser derrotado. Eram todos craques, todos humanos, jogavam o que estava nas nossas cabeças, traduziam nossos pensamentos.

Anúncios