Santos e TV Globo não falam o mesmo idioma desde março de 2016 quando o clube vendeu seus direitos de transmissão dos jogos do Brasileirão ao canal Esporte Interativo (EI), do grupo norte-americano Turner. Contrato terá validade de 2019 a 2024. Entre os grandes clubes do grupo da elite do futebol brasileiro, o Santos foi o primeiro a romper com a Globo – depois o Palmeiras também cedeu os direitos ao EI.

Palmeiras e Adidas lançaram uma camisa quase retrô, gola V, escudo enorme, e cor esmeralda, há pouco mais de três meses. Atrás da gola está a inscrição “obsessão”, uma homenagem aos cânticos dos torcedores que entoam “Libertadores obsessão”, a cada jornada do time. Esse lema ultrapassou a paixão da torcida e contagiou dirigentes, comissão técnica, jogadores, roupeiros, cuidadores da grama, a imensa comunidade e, em especial, a patrocinadora do clube que fez um investimento de R$ 115 milhões. Todos caíram na arapuca. E se o Palmeiras não conquistar a Libertadores?