Tragédia de Hillsborough é revista na Inglaterra, enquanto isso no Brasil…

Corte inglesa aponta polícia e serviços médicos de emergência e inocentam torcedores no incidente que matou 96 torcedores e feriu mais 800

150489---torcedores-do-liverpool-ficam-presos-ao-alambrado-durante-a-tragedia-de-hillsborough-ha-25-anos-que-matou-96-torcedores-no-superlotado-estadio-de-hillsborough-em-sheffield-em-um-jogo-1397582586262_956x500
Torcedores esmagados no alambrado na tragédia de 1989

A Justiça inglesa prestou mais um serviço ao futebol com a revisão do inquérito da tragédia de Hillsborough quando foram registradas 96 mortes e 800 feridos na partida entre Nottingham Forest e Liverpool, na semifinal da Copa da Inglaterra, em 15 de abril de 1989. De acordo com novo julgamento, os responsáveis pelo incidente foram as autoridades e não os torcedores do Liverpool, acusados de alcoolismo e vandalismo.

Sobrou até mesmo para o chefe da polícia de South Yorkshire, David Duckenfield, na época o responsável pela segurança no estádio. Mister Duckenfield e seus pares devem ser responsabilizados pela tragédia.

Para quem não conhece o que aconteceu em Hillsborough não custa lembrar que o estádio estava com superlotação bem acima da sua capacidade. Naquele tempo, a divisão entre o campo de jogo e as arquibancadas era feita de alambrados de arame resistente. Como não havia mais espaço, os torcedores que estavam na parte de baixo das arquibancadas foram prensados nos alambrados e outros pisoteados por quem estavam acima e sem espaço para ficar.

Nesse movimento da massa humana, 96 pessoas morreram e 800 ficaram feridas. Um inquérito foi aberto após a tragédia e, depois de um julgamento, se culpou torcedores do Liverpool acusados de arruaceiros e vandalismo e que as mortes foram acidentais. A tragédia levou as autoridades inglesas e reestruturar a organização do futebol local e também acabar com os alambrados nos estádios. Clubes ingleses foram alijados das competições internacionais por cinco anos.

hillsborough1
Superlotação em Hillsborough em 1989

Em 2012, uma investigação independente, com mais de 450 mil páginas, sobre a tragédia de Hillsborough colocou em xeque o inquérito original. Essa nova peça jurídica garantia que policiais e os serviços de segurança e emergência no estádio forjaram provas apontando o dedo para torcedores do Liverpool, que estariam embriagados, pelos graves incidentes.

Neste novo julgamento, concluído nesta terça-feira, se chegou à conclusão que a polícia e serviços de emergência não se prepararam de acordo com a lei para o tamanho do evento. O júri disse ainda que não houve um comportamento violento por parte dos torcedores para que o incidente fosse provocado.

Violencia-no-futebol-Brasileiro-thumb-800x532-49605
Confronto de torcedores e policiais no futebol brasileiro

Aqui no Brasil temos em muitos estádios, inclusive de clubes de Série A, com alambrados dividindo o campo de jogo e arquibancadas. Nenhum clube foi responsabilizado até hoje pela violência de suas torcidas. Nenhuma autoridade policial ou de segurança sofreu qualquer punição por incidentes nos estádios.

A CBF, que se diz tão zelosa pelo futebol brasileiro, padronizou o tamanho dos campos de futebol, mas em nenhum momento levou em conta a existência de alambrados. Enquanto isso na Inglaterra as cercas de arame grosso não separam mais torcedores e o campo há 27 anos.

Anúncios