Palmeiras se despede da Copa do Brasil, com erro de Allione, e pode seguir roteiro do Corinthians de 2015

fd11b8a6a37da6aeb84ca38528fbda9d.jpgPalmeiras tem estrada livre em busca do título do Brasileirão ao ser eliminado na Copa do Brasil diante do Grêmio. Muito se vai falar da expulsão de Allione, aos 25 minutos do segundo tempo, como a causa da queda. Até o argentino levar o vermelho, time de Cuca vencia por 1 a 0 e estava classificado. Quando ficou com um a menos, cedeu o empate (1 a 1) aos gaúchos e se despediu do torneio. Allione é mesmo o único culpado?  Parece que não. Cuca usou um punhado de reservas, mesmo com a necessidade de reverter a derrota (2 a 1), uma sinalização de que a prioridade é o Campeonato Brasileiro.

Se a Copa do Brasil, na visão da comissão técnica, estava sem segundo plano não se pode direcionar todas as flechas a Allione, infeliz ao dar um carrinho violento em Everton. O argentino cometeu erro grave, prejudicou seu time, mas não foi o único responsável pela queda.

No primeiro tempo, quando jogou bem melhor que o Grêmio, Palmeiras teve a chance de abrir pelo menos dois gols de frente e perdeu por falta de capricho no arremate final – com o próprio Allione e Cleiton Xavier. Não marcou e levou a angústia ao segundo tempo.

thiago-martins-comemora-gol-marcado-pelo-palmeiras-contra-o-gremio-1476926049166_615x300
Allione e Thiago Mattins comemoram gol do zagueiro

Thiago Martins, em jogada aérea, deu esperança com belo gol de cabeça, com apenas 5 minutos. Dali para frente era chamar o Grêmio e matar o jogo no contra-ataque. Arapuca armada, Allione perdeu o juízo. O time gaúcho, com um mais, veio para cima e empatou com Everton, aos 30. Estava selada a eliminação do Palmeiras.

Sem a Copa do Brasil, apesar da fartura no elenco, time de Cuca joga as últimas sete rodadas do Brasileirão mais pressionado ainda a ser campeão. Na temporada passada, Corinthians seguiu esse roteiro, ao ser eliminado em casa pelo Santos na Copa, e depois vencer com folga o Brasileirão. Essa história já foi contada, o Palmeiras está muito perto de repetir o mesmo enredo.

Detalhe importante: o gramado do Allianz Parque estava um pasto e, se não derem um jeito, pode prejudicar o time na reta final do Brasileirão. Não por acaso, Cuca bateu duro nos responsáveis pelo cuidado com a grama.

FICHA DO JOGO

Palmeiras 1 x 1 Grêmio

Gols: Thiago Martins, aos 5; e Everton, aos 30 minutos do segundo tempo

Palmeiras: Jailson; Fabiano (Jean), Edu Dracena, Thiago Martins e Egídio; Thiago Santos, Gabriel e Cleiton Xavier (Erik); Allione, Gabriel Jesus e Lucas Barrios (Zé Roberto). Técnico: Cuca

Grêmio: Bruno Grassi (Léo); Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Ramiro (Miller Bolaños), Douglas e Pedro Rocha (Everton); Luan. Técnico: Renato Gaúcho

Juiz: Elmo Alves Resende Cunha
Público: 29.991 pagantes
Renda: R$ 1.697.841,08
Cartões Amarelos: Edílson, Douglas, Pedro Ceromel e Everton, Edu Dracena
Cartões Vermelho: Allione
Local: Allianz Parque

Anúncios