Descanse em paz, Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo está fora da Liga dos Campeões abatido pelo Ajax. Resta aplaudir Messi - foto: Twitter

A máquina Cristiano Ronaldo vai dar uma folga na Liga dos Campeões até a temporada 2019/2020. Esta de agora, já embocando nas semifinais, o craque português terá de acompanhar pela televisão, após a queda da Juventus diante dos intrépidos garotos do Ajax de Amsterdã.

Para aumentar o pesadelo de Cristiano, seu eterno rival Lionel Messi vai em frente. Autor de dois gols, o gênio argentino comandou o despacho do Barcelona no Manchester United por 3 a 0 – terceiro gol foi de Coutinho –, carimbando vaga nas semifinais.

Curioso nesta história é que muitos estudiosos do futebol começam a descobrir só agora que Messi nem poderia disputar a Champions por não habitar a Terra. Dizem que em breve um objeto não identificado descerá dos céus para levar Messi a seu planeta de origem. Prometem deixar um replicante em Barcelona.

Messi coloca Liga dos Campeões debaixo do braço
Messi faz dois gols e leva Barcelona às semifinais da Champions – foto: twitter

Se Lionel é um anjo entre os diabos do futebol de hoje, como diz o jornal El País, e por isso vai levitar nesta madrugada de quarta-feira de Champions, o mesmo não se pode dizer do atordoado Cristiano Ronaldo feito de bobinho pelos meninos do Ajax.

Cristiano deve cuspir marimbondos até o raiar do dia nesta Semana Santa. Contratado por algumas toneladas de euros para fazer na Juve o que havia feito no Real Madrid, craque português se perdeu na fuzarca dos imberbes garotos do time holandês na arena em Turim.

Garotos do Ajax celebram vitória contra Juve
Garotos do Ajax eliminam Juve de Cristiano Ronaldo – foto: Twitter

Aliás, o futebol ganha vida nova com o Ajax, um jeito diferente da maioria de se jogar bola. Estamos vendo um grupo atrevido, valente, fiel à escola holandesa de troca de passes e valorização do ataque. Sem medo de cara feia. Um time que encara Real Madrid no Santiago Bernabéu e Juventus em Turim como se estivesse disputando um jogo comum nas ruas inspiradoras de Amsterdã. Palmas para a garotada.

Talvez tenha sido essa a maior mágoa de Cristiano Ronaldo. Deve ser insuportável ao português ficar fora da brincadeira no momento em que se acostumou assumir o trono da bola. E, pior, iludido por uma molecada ousada, sem limites.

Descanse em paz, CR7. E não deixe de prestigiar seu maior rival nessas derradeiras jornadas da Champions League. Naves extraterrestres rondam o planeta do futebol.

 

 

 

 

 

Anúncios