Sidão humilhado: Não se brinca com jornalismo, muito menos com futebol

Brasileirão 2019 fecha a quarta rodada com um episódio dos mais constrangedores do futebol brasileiro neste domingo de Dia das Mães. Ao final de Santos 3 x 0 Vasco, no Pacaembu, a Globo obrigou a repórter que trabalhava na partida a entregar ao goleiro Cidão, do Vasco, o troféu de “Craque do Jogo”, agraciado ao jogador eleito em votação na internet. Sidão venceu a disputa por expressiva maioria (90% dos votos), depois de uma campanha irônica ao goleiro que havia cometido falhas na derrota vascaína. Constrangido, Sidão recebeu o troféu e saiu calado do campo.

A estrondosa repercussão negativa do caso inundou as redes sociais e mesas redondas sobre a rodada nos canais de TV. Diante do constrangimento geral, a TV Globo resolveu pedir desculpas a Sidão por meio de nota publicada no site globoesporte por volta das 21h, quase três horas depois do jogo no Pacaembu.

Confira a nota oficial da Globo:

A partir da próxima quarta-feira (15/5), quando começam as oitavas de final da Copa do Brasil, a votação do Craque do Jogo terá um novo formato. O público seguirá tendo voz através das enquetes na página globoesporte.com/craque, agora em companhia dos comentaristas da TV Globo, que terão direito a voto.

sidao

Neste domingo, houve movimento na internet para votação em massa em Sidão na enquete do jogo entre Santos e Vasco, que acabou com vitória do Peixe por 3 a 0. A zoeira começou depois do erro do goleiro vascaíno no primeiro gol santista. Na saída do campo, Sidão, abatido mas educado, reconheceu a falha e recebeu o troféu de Craque do Jogo.

Sem deixar de reconhecer a opinião do público, a mudança no formato tem o objetivo de premiar os jogadores que tiveram atuação de destaque em cada partida.

Grupo Globo aproveita para pedir desculpas a Sidão pela situação de constrangimento ao fim do jogo no Pacaembu. O goleiro é um profissional de alto nível no futebol brasileiro que estava em seu ambiente de trabalho depois de uma jornada difícil. Reconhecemos que a entrega do troféu não foi adequada na ocasião e agradecemos a educação de Sidão no momento de tensão.

Nesta segunda-feira, Sidão usou o Instagram para revelar seu sentimento com o episódio. Confira:

O caso Sidão continuou repercutindo nesta segunda-feira (13/5). Programas nos canais do Grupo Globo se penitenciaram. Se discutiu conflito entre redes sociais e jornalismo, sem conclusão alguma.

Canais rivais do Globo debateram a polêmica e constrangimento do jogador. Também sem nenhum resultado prático ou com poder de convencer o público telespectador.

Blogueiros, Twitteiros, adeptos do Instagram, Facebook e de outras ferramentas da web foram do céu ao inferno, abençoando o goleiro, excomungando a Globo e vice versa.

Rogerio Ceni ligou de Fortaleza para Sidão em solidariedade, dizendo que também já foi xingado e humilhado por torcedores.

Vanderlei Luxemburgo, novo treinador do Vasco, lamentou o episódio e deu parabéns à Globo por ter reconhecido o erro e pedido perdão ao goleiro.

Clubes e mais clubes brasileiros declararam apoio a Sidão.

Os Desimpedidos, canal responsável pela campanha avassaladora pelos votos na internet para eleger Sidão o “Craque do Jogo”, fez um pedido público de desculpas ao goleiro do Vasco.

A indignação geral soou forte no futebol brasileiro.

É bem provável que daqui para frente nenhum jogador vai se prestar a receber o troféu “Craque do Jogo”, instituído pela Globo. Nem mesmo depois de a emissora anunciar mudanças nos critérios de votação. Perdeu a credibilidade.

Quem for eleito certamente vai deixar esse troféu mofando numa caixa de papelão, num canto remoto de sua casa.

Responsáveis pelo “Craque do Jogo” não perceberam que não há o menor rigor nas redes sociais, nem isenção, muito menos respeito ao cidadão comum, seja ele um goleiro ou um gandula.

Não se brinca com jornalismo, muito menos com futebol.

Anúncios