Copa América: Fernandinho, o vilão perfeito dos imbecis

Fernandinho vive mais um desafio na Seleção Brasileira em jogo mata-mata

Fernandinho não combina com dias de calmaria na Seleção Brasileira. Seja Copa do Mundo ou Copa América seu nome sempre vem associado a uma catástrofe. Quando não é jogado na fogueira, vai ao paredão dos condenados. Não raro sofre insultos racistas. Mais uma vez o volante está na berlinda. Vai substituir Casemiro, suspenso pelo segundo cartão amarelo, no jogo do Brasil nas quartas de final da Copa América nesta quinta-feira (27/6) na Arena Grêmio. Um eventual fracasso da Seleção e já se tem um vilão: todos dedos apontarão a Fernandinho.

Alguma dúvida? Na Copa do Mundo de 2014, naquela bomba nucelar dos 7 a 1, Fernandinho foi um dos principais pendurados em carne viva entre os responsáveis pela derrota.

Quatro anos depois, naquela que poderia ter sido a redenção na Rússia, mais uma vez o volante foi excomungado. Quando Casemiro levou o segundo cartão no jogo contra o México, nas oitavas de final, Tite olhou para Fernandinho e disse assim: “É sua vez”. Mais uma vez jogado aos leões.

Vítima de um time mal armado por Tite, vulnerável até o pescoço, sobrou para Fernandinho proteger quase que sozinho a defesa do Brasil contra uma impetuosa e eficiente Bélgica capitaneada por De Bruyne e Hazard. E ainda foi dele o gol contra que abriu caminho da vitória dos belgas Deu no que deu. Brasil eliminado no Mundial.

Culpados? Claro, lá estava o nome de Fernandinho puxando a fila dos condenados.

A queda em Kazan, há quase um ano, abriu feridas no volante. Crucificado no mundo do futebol e abatido por insanos racistas nos dias que se sucederam ao fracasso na Copa da Rússia.

Assim que o jogo se encerrou, as redes sociais registravam a imbecilidade dos racistas:

“Parabéns, Fernandinho, seu macaco filho da p*** espero que você morra atropelado, seu m***”.

“Seu preto imundo. Vai aprender a jogar bola”.

Rosa Glaucia, mulher de Fernandinho, também foi insultada em sua conta do Instagram. “O vagabundo do seu marido botou tudo a perder.”

Insultos racistas levaram Fernandinho, 34 anos, a repensar se valia a pena ou não continuar jogando na Seleção Brasileira. Pediu um tempo a Tite até retornar ao grupo dos 23 convocados para Copa América. Antes de ser chamado teve uma conversa com Tite para acertar os ponteiros e disse que a Seleção poderia contar com seu futebol vitorioso no Manchester City de Pep Guardiola.

“Fernandinho é o mesmo que fez o gol do título da Sub-20 (Mundial em 2003). É o mesmo Fernandinho. O Fernando é um cara muito transparente, muito ‘clean’. Sabe da expectativa, da sua responsabilidade, do seu futebol, de que tipo de trabalho a comissão técnica tem, do orgulho que ele tem. É pressão estar aqui… ‘Ah, mas vai ter o risco de crítica?’. É da vida, e ele está suficientemente maduro”, disse Tite, ao apresentar a lista dos 23 jogadores convocados para Copa América, dia 17 de maio.

Fábio Mahseredjian, preparador físico da Seleção e homem de confiança de Tite, emendou:

“Ele está na lista porque tem uma liderança, o quanto ele nos ajuda no dia a dia. Ele tem uma liderança no seu clube também, nós visitamos o Manchester City e é visível. São várias qualidades dentro de um atleta só”.

Vem o jogo de estreia do Brasil na Copa América contra Bolívia no Morumbi e lá está Fernandinho ao lado de Casemiro no time titular. Sem função diante de um adversário que pouco atacava, o volante foi criticado, mesmo sem culpa no cartório. Opção de Tite se mostrou equivocada. Vaias no intervalo da partida coroaram a exibição da Seleção.

Fernandinho volta ao banco de reservas contra a Venezuela. Brasil joga mal, empate sem gols. Na terceira partida, agora contra o Peru, Casemiro leva segundo cartão e acaba suspenso. Está fora das quartas de final.

Com dores de joelho direito e a três dias do jogo de mata-mata contra o Paraguai nas quartas de final, Fernandinho já está escalado por Tite. Brasil é favorito a vencer os paraguaios e passar às semifinais. Um eventual desastre, nem será necessário procurar um culpado. Todos os dedos vão apontar a Fernandinho. É um condenado antes mesmo de se conhecer a sentença

(post publicado no Chuteira FC)

Anúncios