Palmeiras derrota Coritiba e já entra na conta regressiva em busca da taça 

Leandro Pereira celebra seu gol – foto Cesar Grecco

Palmeiras começa bem sua sequência contra adversários, na teoria, mais favoráveis em busca da taça. Aniquilou o Coritiba e só não venceu por mais de 2 a 1 por falta de pontaria e algum preciosismo no Allianz Parque neste sábado  (24/9). Chegou aos 54 pontos, mantém a liderança intacta e já entra na conta regressiva de campeão.

O time de Cuca teve poucas ideias no primeiro tempo. Diante de um muro a sua frente, não encontrou o caminho do gol. O jogo aéreo, marca forte do time, não funcionou. Chutes de média distância, além de raros, voaram longe da meta.

Quando saía de trás com troca de passes, era parado com excesso de faltas táticas. A fórmula criada por Cuca, com três jogadores de velocidade no ataque e Dudu na criação, não deu certo.

Em casa, contra adversários trancados, o caminho da velocidade não leva a nenhum lugar. Era preciso inteligência e menos correria. Sem essa vertente, o Palmeiras pouco criou. E fez o jogo do Coritiba, que apenas se defendeu e não deu um chute a gol.

No segundo tempo, Cuca sacou um velocista (Erik) e deu lugar a Leandro Pereira. No seu segundo lance, Leandro fez o o gol de cabeça, aos 4 minutos. Esse gol permetiu a avalanche para cima do Coxa. Seis minutos depois, Mina marca o segundo em bela trama de jogada combinada.

O adversário estava grogue à espera do nocaute. Neste momento, Cuca tem uma recaída e troca Roger Guedes, que vinha bem, pelo volante Thiago Santos. Palmeiras recua e oferece campo ao Coritiba, que aproveita e desconta com Gago Silva, aos 30.

Esse gol tirou a tranquilidade do dono da casa. Ansiedade tomou conta  do time. Dali para frente, cuidou de se defender até o apito final.

Vitória assegurada, liderança intacta. E pressão nos concorrentes, em especial o Flamengo que vai ter de transpirar muito para derrotar o Cruzeiro.

Anúncios