Lucas Pratto manda um recado. Para Rogerio Ceni?

Lucas Pratto é um dos jogadores mais caros e com mais recursos técnicos nesse grupo de atletas do São Paulo. Não se omite e sempre que é chamado a dizer o que pensa, fala com sinceridade. Nesses dias de incertezas no Morumbi, Pratto parece que perdeu a paciência.

Contratado por R$ 20,7 milhões (50% dos direitos), do Atlético-MG, chegou para fazer a diferença. Seria a referência de Rogerio Ceni e, talvez, um líder nos vestiários. Sua fonte inesgotável de gols, postura e posições firmes dariam ao argentino um status que nenhum outro tem neste colegiado de atletas à disposição do treinador.

Por enquanto, o que mais tem feito é sair em defesa de Ceni e passar a responsabilidade dos fracassos ao time, sempre que cobrado nas entrevistas após os jogos. Argentino, com fama de não se abater nunca, Pratto parece cansado dos descaminhos do São Paulo e das mesmices de seu treinador.

Como jogadores hoje em dia recorrem às redes sociais para se manifestar, Pratto seguiu por esse caminho e mandou um recado no Twitter usando palavras de um dos ícones do futebol argentino, o treinador Marcelo ‘El Loco’ Bielsa. Veja:

Captura de Tela 2017-06-23 às 20.17.53

A frase “não deixem que o fracasso mexa com sua autoestima” tem endereço certo: seus companheiros de São Paulo e, porque não, o chefe Rogerio Ceni. É um chamado à reflexão e um apelo aos que comandam o clube de que algo não vai bem nesse time.

Serve também como um alerta aos torcedores que em vez de fazer do atacante argentino a referência ainda preferem Diego Lugano, quase um ex-jogador em atividade, como diriam os críticos cáusticos.

Aliás o futebol brasileiro é pródigo em levantar defuntos como se a eles fosse dado o direito de ressuscitar. Lugano, por mais boa vontade que tenha, não consegue mais se impor diante de atacantes e de companheiros de time.

Seu currículo impecável de jogador e líder do São Paulo de outrora deve ser admirado por todos, jogadores, treinador e torcedores, mas neste momento, quando sua plenitude física apresenta claros sinais de fadiga do material, tudo o que Lugano mais precisa é de respeito. E respeitado se retirar de cena.

São Paulo precisa muito mais da lucidez de Lucas Pratto e de seus gols do que o carisma e a identidade de Diego Lugano.

“O importante é o caminho, a dignidade com que o percorremos na busca do objetivo. O resto não passa de blá-blá-blá para nos vender uma realidade que não existe”, conclui Pratto usando as palavras de Bielsa.

(leia notícias e opinião inteligente sobre futebol no CHUTEIRA FC)

Anúncios