Diário da Seleção (19/8): Casemiro troca Real por Manchester United

Jornal Marca, de Madri, conta como foi a transferência de Casemiro ao United. Acompanhe:

Foi um caso curto, mas que caso. Nem uma semana se passou desde que o MARCA lançou a inesperada bomba de mercado: o Manchester United estava em Madri caçando reforços, com Casemiro como um de seus principais alvos. Pouco depois o assunto tomou forma, com este jornal também noticiava que o jogador estava pensando seriamente em despedir-se. Dito e feito: a marcha do camisa 14 do Real Madrid para a Inglaterra já é oficial.

No início do mês, aproximadamente, o Manchester United começou a se movimentar, lenta mas seguramente, pelo brasileiro. Nesse nascimento da estratégia, o clube inglês já percebia que o volante titular da Seleção Brasileira estava aberto a ouvir e negociar, aludindo a sentimentos de fim de ciclo num time do qual será marcado como lenda histórica.

O fator econômico também pesou muito. Casemiro receberá em Manchester cerca do dobro (sem alcançá-lo) de seu salário como jogador do Real Madrid, com a atração extra que será por quatro temporadas mais uma opcional, até 2026 ou 2027, e não até 2025, o compromisso que ligava ele ao Real Madrid. A proposta era tão tentadora que praticamente o obrigou a se apaixonar, concordam todos os atores desta trama.

Casemiro em Madrid: 18 títulos e 57 milhões de lucro

O Manchester United ‘usou’ o meio-campista para preparar o terreno. A ideia era que a excelente relação do futebolista com a direção desportiva pesasse muito, e, especificamente, com um Florentino Pérez que ficou muito grato pela ajuda que lhe deu durante a pandemia. Quando Sergio Ramos, preocupado e chateado com o andamento de seu processo de renovação, não colaborou com a segunda redução salarial, Casemiro surgiu como um elo entre a equipe e o presidente.

Nesta questão com o United, Casemiro optou sem hesitar pelo confronto direto com o Real Madrid. Assim, a entidade branca entendeu que as dúvidas de seu volante eram um sinal claro de suas intenções. Deixou então a decisão na mão, por respeito ao mito e porque rejeitar a proposta que viria de um gigante da Premier League era quase impossível.

O Real vai receber cerca de 70 milhões de euros mais 15 em variáveis ​​por um jogador que custou 6,5 milhões do São Paulo em 2013. E que apareceu brevemente pelo Castilla, deixando 600 mil euros em dinheiro ao seu empréstimo ao Porto e foi contratado pelo clube português por 7,5 milhões quando exerceu a opção de compra.

Ou seja, Casemiro custou 13,4 milhões euros e, depois de um lucro mínimo de 57 milhões e 18 títulos (cinco Ligas dos Campeões, três Ligas, três Mundiais de Clubes, três Supertaças Europeias, três Supertaças de Espanha e uma Taça do Rei), sai do Real Madrid pela porta da frente.

Nota oficial do Real Madrid

Real Madrid e Manchester United chegaram a acordo sobre a transferência do jogador Carlos Henrique Casemiro.

O Real Madrid gostaria de expressar sua gratidão e carinho por Casemiro, um jogador que já faz parte da lenda deste clube.

Desde que chegou em janeiro de 2013 para jogar pelo Castilla, aos 20 anos, Casemiro tem sido um dos jogadores mais transcendentais em um dos períodos mais importantes e bem-sucedidos de nossa história. Durante este período em que defendeu a camisola e o escudo do Real Madrid, conquistou 18 títulos: 5 Taças da Europa, 3 Mundiais de Clubes, 3 Supertaças Europeias, 3 Ligas, 1 Taça do Rei e 3 Supertaças de Espanha. Individualmente, foi eleito o Melhor Jogador da final da Supercopa da Europa vencida há poucos dias em Helsinque e foi nomeado para a Bola de Ouro de 2022.

Além deste registro brilhante, Casemiro sempre representará os valores do nosso clube na memória do Real Madrid. Um jogador exemplar que deu tudo pelo Real Madrid.

O Real Madrid é e será sempre a sua casa e deseja a ele e a toda a sua família muita sorte nesta nova etapa da sua vida.


SELEÇÃO ENFRENTA GANA E TUNÍSIA, ÚLTIMOS AMISTOSOS ANTES DA COPA

Brasil vence Peru
Neymar comanda Seleção na vitória contra Peru – foto: CBF

CBF informa: Seleção Brasileira enfrentará Gana e Tunísia nos últimos jogos preparatórios antes da convocação final para a Copa do Mundo FIFA Qatar 2022. As partidas serão realizadas nos dias 23 e 27 de setembro, na Europa.

As cidades e os horários dos amistosos serão divulgados futuramente.

Gana e Tunísia também estarão no Qatar. No Grupo H, Gana enfrentará Portugal, Uruguai e Coreia do Sul. Já a Tunísia foi sorteada no Grupo D ao lado de França, Dinamarca e Austrália.

A lista de convocados para os jogos contra Gana e Tunísia será divulgada pelo técnico Tite no próximo dia 9 de setembro (sexta-feira), às 11h.

Pedro, atacante do Flamengo, deve ser a grande novidade da lista de Tite, antes de fechar o grupo de 26 jogadores que levará para Copa do Qatar 2022.