Tite confirma Pedro, deixa Gabriel Jesus fora e reconhece problemas na lateral-direita

Tite convoca Seleção para amistosos contra Gana e Tunísia Tite - foto: CBF

Tite surpreende na última convocação da Seleção Brasileira antes de apresentar a lista final da Copa do Mundo Qatar 2022. Gabriel Jesus e Philippe Coutinho estão fora dos amistosos contra Gana e Tunísia. E na lateral-direita conta apenas com Danilo, da Juventus. Pedro, barbada em todas as apostas, volta ao escrete com muita chance de ir ao Mundial. E o treinador confirma que não tem fechado o grupo de 26 jogadores que levará ao Qatar em novembro.

“Aqui não tem nenhum cancelado. Nesta lista de 55 (pré-convocados a ser apresentada à Fifa) estão estes atletas que estamos monitorando. Esta lista, que saia para todo mundo, sem vazamentos. Para mim, já coloca com transparência para todo mundo saber”, disse Tite na coletiva dessa manhã (9/09) na CBF.

Entre as surpresas, ou melhor, os menos cotados, aparecem os zagueiros Bremer (Juventus) e Ibañez (Roma). Dos meio-campistas, Everton Ribeiro, outro que não estava bem cotado, volta ao topo com atuações descentes no Flamengo desde a chegada de Dorival Junior ao comando do rubro-negro.

“Há uma concorrência entre eles (Everton e Coutinho), jogadores criativos da posição. É um jogador da criação, teve seus testes. Quero elogiar o trabalho de Dorival Júnior… Em cima da retomada de alto desempenho do Everton e do Flamengo de uma forma geral ele eleva o nível técnico dos atletas… Eles concorrem sim. O Couto é um extraordinário jogador. Gabriel Jesus também. Falamos de David Neres, Martinelli. É muito difícil. O Dudu para mim foi o melhor jogador da classificação (na Libertadores) de Palmeiras e Atlético Mineiro. Cássio está retornando em um grande momento. O Santos retomando um grande patamar. Só para colocar como está a concorrência” – Tite.

Gustavo Scarpa, em alta e apontado como melhor jogador do Brasileirão até aqui, não está na lista.

“Gosto muito do Scarpa desde os tempos de Fluminense. Está concorrendo junto com Veiga, Everton Ribeiro, Coutinho, Paquetá, que são jogadores que trabalham mais ou menos nesta função. Não consigo satisfazer todo mundo. Tenho reconhecimento do grande momento do Scarpa também”.

Ausência de Gabriel Jesus chama atenção. Ao trocar o Manchester City por Arsenal, o atacante renasce e emplaca início de temporada europeia na ponta dos cascos. A mudança de clube, afirma Jesus, era em busca de mais protagonismo e, por tabela, na Seleção.

Jesus, nas palavras de Tite, entra no mesmo processo de concorrência com atacantes de sua função – Pedro, Matheus Cunha e até Firmino.

Gabriel Jesus, especificamente, está em um grande momento e concorrendo. Absolutamente sim. Esta convocação serviu para oportunidades a outros. Assim como outros neste mesmo contexto. Em relação ao número de atacantes. O futebol é criação e fazer gol, e solidez defensiva. Se fugir destas características, vai perder… Versatilidade dos atletas é uma parte importante”.

E a barbada Pedro na Seleção?

“Pedro é terminal. Vamos usar o Pedro como é utilizado no Flamengo. Não podemos mudar a característica do jogador. O Pedro já fez parte e já jogou. Inclusive estava convocado antes do Richarlison e não veio. Pedro especificamente é um “9” de área terminal. Jogador da última bola, jogador da conclusão. É o Fred atual. Tem grande capacidade de construção. Contra uma equipe que joga muito atrás, fechada, precisa de jogadas de lado que te permitam um gol de cabeça. O Pedro Raul do Goiás também é um exemplo disto. Fica também a citação. É função nossa reconhecer o trabalho”.

Tite também “descobre” dois zagueiros ao recorrer ao futebol italiano: Bremer, da Juventus, e Ibañez, da Roma.

“O Bremer nos últimos dois campenatos italianos foi considerado o melhor defensor no último. Teve a transferência do Torino para a Juve agora. Está fazendo um belo campeonato de novo. Escola italiana que é bastante exigente nas ações defensivas. Tem todos atributos para estar brigando com Magalhães, Ibañez, Lucas Veríssimo, Rodrigo Caio de volta. Felipe do Atlético de Madrid, Nino, Léo Ortiz… têm de estar todos elevando o nível.

Ibañez tem o acompanhamento desde as categorias de base. Conversamos com técnicos das categorias de base. Acompanhamos seus jogos. Já a questão da outra convocação, eu busquei na Roma um contato com o Mourinho (técnico da Roma, que foi extremamente solícito. Colocando do grande momento dele (Ibañez) também. Jogando com linha de três ou linha de quatro. Algumas até como lateral. Este melhor momento, este crescimento do atleta são fundamentais”.

E por fim, Tite assume a dificuldade de encontrar um lateral-direito reserva de Danilo. Daniel Alves, o mais cotado e também o mais contestado, não foi chamado.

“Quando tu fala de improviso, está sendo impreciso na avaliação tática da equipe. Ela constrói de uma forma diferente de laterais do que, por exemplo, o Rodinei que está muito bem, faz no Flamengo. Ela é uma construção interna. O início do Militão é de lateral. Ibañez também pode fazer essa função”, alerta Tite.

Quanto a Daniel Alves, a explicação é do preparador físico Fábio Mahseredjian:

“O Dani chegou ao México e cinco dias após fez sua estreia. Não teve pré-temporada. Teve uma gastroenterite que o fez perder massa magra. Isso, claramente, afetou sua performance no estado físico. Sabemos que ele pode fazer, mas neste momento não se encontra em condições de estar conosco para estes dois jogos. Mas se tratando da Copa do Mundo ele pode voltar sim”.

Aos que não foram chamados, aqueles que apareciam com certa regularidade em outras convocações e os que nunca tiveram uma chance, o último recado de Tite e sua comissão técnica.

“Não posso fechar possibilidade de um grande atleta surgir. O sarrafo está cada vez mais alto. Concorram de forma leal. Daqui a pouco pode surgir um jogador jogando muito bem. Não gosto de comparar um ciclo ao outro. São circunstâncias diferentes. Esta (Copa 2022) nós fizemos um ciclo de início, meio e fim. A possibilidade maior de sucesso é respeitando os processos… Existe todo um objetivo. Tivemos o Neymar fora da Copa América, o Dani Alves fora da última Copa do Mundo”.

Confira a convocação dos 26 jogadores para os amistosos contra Gana dia 23 de setembro, no Stade Océane, em Le Havre (França), e quatro dias depois, diante da Tunísia no Parque dos Príncipes, estádio do PSG, em Paris:

 

GOLEIROS

Alisson – Liverpool (ING)

Ederson – Manchester City (ING)

Weverton – Palmeiras

LATERAIS

Alex Sandro – Juventus (ITA)

Alex Telles – Sevilla (ESP)

Danilo – Juventus (ITA)

ZAGUEIROS

Bremer – Juventus (ITA)

Eder Militão – Real Madrid (ESP)

Ibañez – Roma (ITA)

Marquinhos – Paris Saint Germain (FRA)

Thiago Silva – Chelsea (ING)

MEIAS

Bruno Guimarães – Newcastle (ING)

Casemiro – Manchester United (ING)

Everton Ribeiro – Flamengo

Fabinho – Liverpool (ING)

Fred – Manchester United (ING)

Lucas Paquetá – West Ham United (ING)

ATACANTES

Antony – Manchester United (ING)

Roberto Firmino – Liverpool (ING)

Matheus Cunha – Atlético de Madrid (ESP)

Neymar – Paris Saint Germain (FRA)

Pedro – Flamengo

Raphinha – Barcelona (ESP)

Richarlison – Tottenham (ING)

Rodrygo – Real Madrid (ESP)

Vinicius Jr – Real Madrid (ESP)