Arbitragem do Brasileirão sob suspeita, admitem dirigentes de clubes

982423-19375906-1600-900

CBF não reage à ação de dirigentes de clubes que pedem a cabeça de Sérgio Correia, presidente da Comissão Nacional de Arbitragem. Cartolas estão indignados com as atuações dos árbitros no Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil. E prometem olhar com uma lupa as atitudes dos juízes na 27.ª rodada do Brasileirão neste fim de semana (24 e 25/9). Sorteio dos árbitros e os próprios apitadores estão sob suspeita.

Fluminense, Vasco e Santos entraram com ações na CBF contra a Comissão de Arbitragem. Cada um dos clubes a seu modo reclama que foi prejudicado por árbitros no Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil. Seus dirigentes cospem fogo e pedem a cabeça do presidente da comissão, Sérgio Correia.

Marco Polo Del Nero, presidente da CBF, ainda não se manifestou a respeito dos questionamentos e cobranças dos três clubes e de muitos outros que também já foram à sede da CBF bater contra Correia e pedir providências.

O que é estranho nessa história é o poder de Sergio Correia. A cada temporada ele vira alvo da revolta dos clubes. É apontado como incompetente por cartolas que desconfiam da sua lisura. E nada acontece.

Modesto Roma Júnior, presidente do Santos, acusou de vagabunda a arbitragem no jogo Internacional 1 x 0 Santos no Beira-Rio, quando Lucas Lima foi expulso e Ricardo Oliveira e Victor Ferraz advertidos pelo terceiro cartão. Modesto pediu a cabeça de Sergio Correia.

Peter Siemsen, presidente do Fluminense, bateu duro na CBF e Comissão Arbitragem após a derrota para o Corinthians na Copa do Brasil, e exigiu providências.

Eurico Miranda, presidente do Vasco, também cuspiu marimbondos para cima da CBF e Comissão de Arbitragem ao se sentir prejudicado no empate com o Santos pela Copa do Brasil. Eurico foi mais longe e disse que não se pode cair na desculpa de que os árbitros são amadores, daí a falta de condições para se prepararem de uma forma adequada na hora de apitar um jogo.

dzh3got8qcju0myf2him04fyz“São todos profissionais do apito e recebem muito bem pelo serviço que prestam. Não tem essa história de amadores”, disse o dirigente.

Cartola do Vasco tem razão. As taxas pagas pela CBF aos árbitros, de acordo com sua graduação, são bem generosas. Um juiz, no caso de apitar quatro partidas por mês, pode faturar pouco mais de R$ 12 mil, fora as diárias e ajudas de custo com transporte.

Outra desculpa que não cola é a famosa lisura do sorteio dos árbitros na hora de escalar a arbitragem dos jogos. Mesmo que seja obrigatório pelo Estatuto do Torcedor, esse sorteio está ultrapassado e dá margem à manobras e sabotagem por parte dos responsáveis pela escala.

ESCÂNDALO EM SÃO PAULO

Em abril de 2011, este blogueiro, na época repórter do Jornal da Tarde e Estadão, revelou que Palmeiras e Corinthians haviam feito um acordo e o árbitro que apitaria o clássico nas semifinais do Campeonato Paulista seria Paulo Cesar Oliveira.

A Edição de Esportes do JT, na época jornal impresso, publicou a matéria antecipando a escolha de Paulo Cesar Oliveira no dia em que seria feito o sorteio na sede da Federação Paulista de Futebol. O jornal foi às bancas e aos assinantes à 5h da manhã. O “sorteio” do árbitro se deu às 15h e confirmou Paulo Cesar Oliveira como juiz do clássico.

http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/paulista/ultimas-noticias/2011/04/27/jornal-revela-acordo-entre-corinthians-e-palmeiras-e-gera-desconfianca-em-sorteio-da-fpf.jhtm

Presidente da FPF na época, Marco Polo Del Nero, chamou este repórter de ‘Mãe Diná’ e disse que foi coincidência o sorteio apontar o nome do árbitro que o JT havia antecipado. Del Nero é o atual presidente da CBF.

2015052906003-jpg-gu227kjcd-1

 

Veja a taxa paga aos árbitros de acordo com a sua graduação:

 

Categoria  Árbitro Assistente
Fifa ou master R$ 3.850,00 R$ 2.300,00
Aspirante ou especial R$ 2.950,00 R$ 1.750,00
CBF 1 R$ 2.620,00 R$ 1.570,00
CBF 2 R$ 2.400,00 R$ 1.450,00
CBF 3 R$ 1.900,00 R$ 1.150,00
Árbitro de vídeo R$ 800,00 R$ 400,00
4º árbitro/assessor/inspetor R$ 500,00
Outros R$ 350,00

 

Veja documentos com todas as taxas publicado pelo site apitonacional.com.br:

 

taxas-2016-a-b.jpg

Anúncios