Campeonato Brasileiro está manchado e CBF manipula arbitragem, diz presidente do Santos

csm_lucas-lima_fea8a2373b

Presidente Modesto Roma Júnior disse que a arbitragem do jogo Internacional 2 x 1 Santos, nesta quinta-feira (08/9), “foi uma vagabundagem” e a favoreceu aos quatro clubes que brigam pelo título e aos que lutam contra o rebaixamento. E falou grosso: “Campeonato Brasileiro está manchado”.

Neste jogo no Beira-Rio, o árbitro Rodrigo Batista Raposo expulsou Lucas Lima ainda no primeiro tempo alegando que o meia do Santos retardou o jogo em dois momentos. Ainda pelo mesmo motivo, amarelou Ricardo Oliveira e deu outro cartão a Victor Ferraz por reclamação. Os três estão fora do clássico contra o Corinthians neste domingo na Vila Belmiro.

Lucas Lima chorou ao ser expulso. Victor Ferraz desabafou: “Disse que eu xinguei ele, eu não falo um palavrão há 20 anos. Além de tudo é mentiroso”.

5292622_640x360

Modesto Roma não aliviou e fez duras críticas à CBF. Veja o que disse o presidente do Santos em entrevista ao programa Bate-Bola Bom Dia na ESPN Brasil.

“Já era o placar, a expulsão de Lucas Lima já era, o prejuízo já aconteceu. Não deu pra remediar um terremoto. Estamos avisando há muito tempo. Aí vem o sr.Walter Feldman (secretário-geral da CBF) falando que ‘vamos mudar, vamos pegar os melhores árbitros do Brasil…’ É trio vagabundo sim. Má intenção a gente não pode perdoar. Ontem o árbitro estava mal-intencionado. Foi uma vagabundagem. O Campeonato Brasileiro está manchado”.

E disse mais Modesto Roma:

“Todo mundo sabe da incompetência do chefe (Sérgio Corrêa) de arbitragem da CBF. Se quiserem me processar, processem…isso é uma vergonha. Ou então é pior ainda, espero que seja apenas uma vergonha.”

Batista Raposo é o único árbitro neste Brasileirão que nos seus jogos o clube mandante sempre venceu. Foram seis partidas apitadas com seis vitórias do time dono da casa. Sua primeira arbitragem na Série A do Brasileirão foi no dia 11 de junho quando a Ponte Preta derrotou a Chapecoense em Campinas por 2 a 1. Antes havia apitado partidas das Séries B e C.

Com a derrota no Sul, o Santos fica a quatro pontos do G-4 e o Internacional salta ao 15.º lugar. Há 85 dias no time gaúcho não vencia um jogo neste Brasileirão.

Lucas Lima, pivô das polêmicas da arbitragem, não vive um bom momento. Neste Brasileirão, jogou 13 partidas em 23 rodadas, fez um gol, deu uma assistência, levou 7 cartões amarelos e 2 vermelhos.

Anúncios