Gabriel Jesus sai de cena por três meses, Guardiola e Tite sentem o golpe

ece_02_gabriel_jesus_boot

Fratura do dedo mindinho do pé direito afasta Gabriel Jesus do futebol por até três meses, atestam os médicos do Manchester City. O garoto de 19 anos se machucou no jogo contra o Bournemouth no Campeonato Inglês nesta segunda-feira. Aclamado como destaque do time de Pep Guardiola, empurrando o argentino Aguero para a reserva, Jesus compromete os planos do treinador que havia encontrado um jeito de o time jogar de forma avassaladora no ataque. E mexe com a cabeça de Tite nos jogos da Seleção Brasileira em março pelas Eliminatórias da Copa de 2018. Sem seu camisa 9, Tite deve apostar em Roberto Firmino, atacante do Liverpool.

O acidente com Gabriel Jesus não tem nada a ver com seu suposto estresse por desgaste físico. O jogador disputou sua última partida no Palmeiras no dia 27 de novembro do ano passado. Entrou de férias em dezembro e se apresentou ao City dia 3 de janeiro. Passou mais de 20 dias em treinamento no clube inglês até sua estreia no fim do mês. Contra o Bournemouth seria sua quarta partida na Inglaterra – saiu machucado com apenas 12 minutos de jogo.

Quem se beneficia com ausência de Jesus é mesmo Kum Aguero, insatisfeito com a reserva. Guardiola admitiu nos bastidores do clube a provável saída do argentino, terceiro artilheiro da história do Manchester City.

A saída de cena do ex-atacante do Palmeiras também frustra personagens importantes do futebol. Caso de Ronaldinho Gaúcho que havia dito no domingo que Gabriel Jesus seria em breve eleito o melhor jogador do mundo, superando Neymar em um estágio bem superior ao craque do City e Seleção Brasileira.

Frustra ainda dirigentes do clube inglês que já esfregavam as mãos com a venda da camisa 33 e de acessórios esportivos com a grife de Jesus. E também inibe a criação de vídeos como esse abaixo divulgado dois dias antes de o jogador se machucar.

 

Leia no CHUTEIRA FC mais informações de Gabriel Jesus

Anúncios