Presidente da CBF, homenageado pela Fifa, promete transparência e luta contra racismo

Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF – foto: CBF oficial

Ednaldo Rodrigues está disposto a mudar imagem da CBF. Presidente eleito da entidade há oito meses, dirigente fez um duro discurso durante homenagem que recebeu da Fifa em cerimônia nessa quinta-feira (08/12) em Doha. Promete transparência total e luta contra racismo no futebol brasileiro.

“Recebo esta homenagem com muita alegria. É o reconhecimento do compromisso que sempre tive com a excelência na minha vida. Venho de origem humilde. Enfrentei muito preconceito. Luto a vida inteira contra o racismo. Sempre tive que estudar mais e trabalhar mais que todos à minha volta. Sei a importância que o estudo tem para a vida profissional e para a formação do caráter das pessoas”, disse Ednaldo, na solenidade no Estádio Ahmed Bin Ali.

A homenagem da Fifa é “reconhecimento pela CBF ser a associação que mais valoriza a formação acadêmica de excelência do Fifa Master”, um curso de formação de profissionais na gestão do futebol criado há 20 anos.

Ednaldo assume a CBF no momento mais crítico do futebol brasileiro. Assolada no escândalo Fifagate, em 2015, entidade viu os ex-presidentes José Maria Marin, Marco Polo Del Nero e Ricardo Teixeira banidos do futebol pela Fifa. Marin foi preso nos Estados Unidos. E o último presidente, Rogerio Caboclo, foi afastado do cargo acusado de assédio sexual em 2021.

Fifagate tem como ponto de partida a corrupção nas escolhas das sedes das Copas de 2018 (Rússia) e 2022 (Qatar).

“A CBF é uma confederação séria, transparente. Precisa ser assim para que não se repita erros do passado. Não tem que ser mais ou menos transparente. Tem que ser totalmente transparente. Não tem como ter dois lados. Tem que estar do lado da verdade e da transparência. Parabéns pelo evento e que continuamos trabalhando em prol do futebol no mundo. Essa parceria da CBF com a Fifa vai nos trazer muitos frutos”, disse Ednaldo no encerramento de seu discurso.

Ednaldo Rodrigues, ex-presidente da Federação Baiana de Futebol, foi eleito em abril de 2022 para um mandato de três anos com direito a reeleição na CBF. É o primeiro presidente negro a dirigir a entidade máxima do futebol brasileiro.

Vídeo do discurso do presidente da CBF:

https://vimeo.com/cbftv/review/779265981/48d59b3ca1


YouTube – Acompanhe cobertura jornalística da Seleção Brasileira e Qatar 2022 no Prósperi na Copa: https://www.youtube.com/@prosperinacopa