Velório de Pelé: Fifa pede estádios com nome do Rei em todos países do mundo

foto: Twitter Prefeitura de Santos

Pelé sempre dizia da importância de ser homenageado em vida. Ao longo de seus 82 anos, recebeu honrarias em todos cantos do mundo. Morto na quinta-feira (29/12/2022), as homenagens, sugestões de eternidade, se multiplicam a cada hora desse 2 de janeiro de 2023, dia de seu velório no centro do gramado da Vila Belmiro.

Não se registrou no velório a presença de ex-jogadores campeões mundiais com a Seleção, nem de ídolos das últimas gerações do futebol brasileiro até as 17h de segunda-feira (02/01).

Logo cedo, antes mesmo das 10h, o suíço Gianni Infantino, presidente da Fifa, comparece ao velório e sugere emocionado:

“Com muita emoção, tristeza, mas também com sorriso porque ele nos deu muitos sorrisos. Como Fifa, vamos homenagear o “Rei” e pedimos para que o mundo inteiro respeite um minuto de silêncio. Vamos pedir para que todos os países do mundo tenham pelo menos um estádio com o nome do Pelé para que as crianças saibam a importância dele”.

Poucos minutos depois da sugestão de Infantino, o presidente da Conmebol, o paraguaio Alejandro Dominguez, reforça sugestão feita em Doha, durante Copa do Qatar 2022.

“Sugerimos à CBF que substitua três, das cinco estrelas consagrando as cincos conquistas da Copa do Mundo, por três corações em homenagem a Pelé nascido na cidade de Três Corações (Minas Gerais). Proposta continua. É uma questão de justiça por tudo o que Pelé fez pelo futebol”.

Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF, ao lado dos presidentes da Fifa e da Conmebol no velório, disse que homenagens a Pelé por parte da CBF dependem de um entendimento com a família do Rei.

CBF recebeu sugestão de aposentar a camisa 10 da Seleção Brasileira e dar o nome de Pelé a um novo estádio no Brasil.

Camisa 10 do Santos também poderia ser aposentada. Andrés Rueda, presidente do clube, levaria ao Conselho Deliberativo a proposta de o time nunca mais usar a Camisa 10.

Rueda desistiu da ideia ao tomar conhecimento de uma entrevista de Pelé concedida ao youtuber Bolívia em 2017. Rei disse que era contra retirada da Camisa 10 para que nunca fosse esquecida.

No time atual do Santos, o Camisa 10 é o baixinho venezuelano Soltedo.

Presidente Lula comparecerá ao velório na Vila Belmiro às 9h dessa terça-feira (03/01). Por decreto, na segunda-feira (02/01), nomeou o Porto de Santos, o mais importante do Brasil e um dos maiores do mundo, de Porto Pelé.

Velório do Rei se estende até 10h dessa terça-feira (03/01/2023).

Aberto à visitação pública desde as 10h de segunda-feira, compareceram milhares de torcedores santistas e de muitos outros clubes, presidentes da Fifa, Conmebol, CBF, Federação Paulista, alguns chefes de Estado, que estiveram na posse de Lula no domingo, governador de São Paulo, ex-jogadores (a maioria do Santos), jornalistas internacionais de 23 países, imprensa do Brasil.

Clodoaldo, ex-jogador santista campeão mundial na Copa de 70 ao lado de Pelé, e Mauro Silva, campeão mundial com a Seleção na Copa de 94 e atual dirigente da Federação Paulista, foram ao velório.

Não se registrou a presença de outros ex-jogadores campeões mundiais com a Seleção, nem de ídolos das últimas gerações do futebol brasileiro até as 17h de segunda-feira (02/01).