Corinthians vence mais uma com modelo de Cristóvão Borges

Romero-América-MG-0-x-2-Corinthians-384x253Corinthians de Cristóvão Borges não é o Corinthians de Tite. Nem adianta argumentar que ainda é cedo para conclusões a respeito do comportamento do time com a troca de treinadores. Três jogos já deixam indícios fortes das diferenças. A vitória por 2 a 0 contra o América-MG, nesta quarta-feira (29/6) em Belo Horizonte, é um bom exemplo. Aquele Corinthians obsessivo pela bola, média absurda de troca de passes e domínio absoluto da situação começa a ficar para trás.

Cristóvão Borges tem valorizado mais o setor ofensivo, sempre com dois atacantes abertos nas extremas – Romero, na direita, e Marquinhos Gabriel na esquerda – e Luciano na função do centroavante centralizado. Em vez daquela coleção de meias valorizando marcação e saída sincronizada ao ataque, agora é Giovanni Augusto, mesmo com baixo rendimento contra o América, quem cria tendo Rodriguinho e às vezes Marquinhos como suporte.

Diante do frágil América, mesmo fora de casa, o Corinthians jogou fiel a este modelo e ainda no primeiro tempo abriu a vantagem, com um gol de Romero aproveitando um incrível vacilo da zaga mineira. Fora o gol, nada de extraordinário no time paulista.

No segundo tempo, quando o adversário ensaiava uma tímida reação, o árbitro inventou um pênalti em Luciano, aos 29, convertido por Marquinhos Gabriel. Este segundo gol enfraqueceu ainda mais o time mineiro, que vive agonia de ser rebaixado antes mesmo de o Brasileirão se aproximar do fim do primeiro turno.

d9c937d355fa4d4adec6a823ac7a130c

Como não tem nada com isso, o Corinthians avança na tabela e já está na vice-liderança. Ainda não é aquele time robusto, campeão de 2015, mas caminha com passos firmes. Se vai dar certo ou não com Cristóvão Borges é preciso dar tempo ao tempo. A única certeza é que mais rápido do que se imaginava a marca de Tite começa a se esfarelar.

 

 

FICHA DO JOGO

América-MG 0 x 2 Corinthians

Gols: Romero, aos 9min do primeiro tempo, e Marquinhos Gabriel, aos 29min do segundo tempo

América-MG: João Ricardo; Jonas, Alison, Adalberto e Danilo Barcelos (Gílson); Leandro Guerreiro, Claudinei, Ernandes e Alan Mineiro (Matheusinho); Osman e Victor Rangel (Borges). Técnico: Sérgio Vieira

Corinthians: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique e Rodriguinho (Camacho) (Willians); Romero, Giovanni Augusto (Guilherme) e Marquinhos Gabriel; Luciano. Técnico: Cristóvão Borges

Juiz: Wagner Reway
Cartões amarelos: Leandro Guerreiro, Adalberto e Marquinhos Gabriel
Público: 1.788 pagantes
Renda:
 R$ 87.520,00
Local: Estádio Independência (BH)

 

Anúncios