Corinthians vence na sua fortaleza, apesar de Cássio

luciano_nao_marcava_pelo_timao_desde_agosto_do_fb

Corinthians no Itaquerão é sinônimo de vitórias. Não foi diferente diante do Santa Cruz neste sábado (25/6). Venceu por 2 a 1, mesmo com um lance infeliz do goleiro Cássio no segundo tempo. É o primeiro triunfo do técnico Cristóvão Borges, depois de estrear no comando do time com derrota ao Atlético-MG em Minas no meio da semana.

A vitória chega com uma aposta de  Borges em um time mais ofensivo, comparando com o esquema adotado por Tite nos últimos dois anos. Não fosse o descuido de Cássio e a partida teria sido mais favorável ao Corinthians.

“Peço desculpas à torcida do Corinthians e aos meus companheiros. Passo por problemas pessoais. Errei uma bola fácil. Felizmente nosso time ganhou. Importante é contar com o apoio da nossa torcida para levantar a cabeça e seguir em frente”, disse Cássio, reconhecendo seu falha.

“Já tive uma longa conversa com ele (Cássio). Vamos procurar resolver as coisas com calma. Erros acontecem. No futebol de hoje, goleiros são muito pressionados a sair com os pés, nem sempre é fácil”, emendou Cristóvão Borges.

ANÁLISE DO JOGO

Corinthians teve quatro boas oportunidades de carimbar a rede do Santa Cruz no primeiro tempo. Fez dois gols. O time do Recife teve três chances, não fez nenhum.

Esse bom aproveitamento, abrindo dois gols  (Luciano e Romero) de vantagem, mostra que Cristóvão Borges acertou ao apostar em um time mais ofensivo com Romero aberto no setor direito, Luciano centralizado e Marquinhos Gabriel na esquerda. Três avantes alimentados por Giovanni Augusto e os laterais Fagner e Uendel.

Se for comparar ao esquema de Tite, Borges privilegiou mais a velocidade no ataque povoado ao jogo seguro com muitos meias e pouca gente na zona de gol do agora técnico da Seleção Brasileira.

De surpresa, a saída de Guilherme, que começou no banco de reservas. Guilherme havia conquistado a confiança de Tite e, parece, perdeu espaço com Borges.

Contra o Santa Cruz, também com vocação ofensiva, essa artimanha do novo treinador corintiano funcionou no primeiro tempo.

CÁSSIO ENTREGA

Na segunda parte do jogo, Milton Mendes voltou com duas peças sobressalentes. Wallyson, atacante, entrou no lugar do meia Daniel Costa. E um lateral por outro, com Mario Sergio na vaga de Vitor.

As mudanças sugeriam apertar a marcação em Marquinhos Gabriel e apoiar mais o ataque com Mario Sergio. A outra era dar mais companhia a Grafite. Deu certo. Logo aos 7 minutos, Grafite fez o gol em erro bizarro de Cássio acossado por Wallyson.

Essa falha de Cássio quebrou a segurança do Corinthians. Bom lembrar que Tite havia despachado Cássio ao banco de reservas – ele só voltou ao time titular com a lesão de Walter.

A falha deixou o time inseguro. Quando apertados, os zagueiros mandava a bola para a lateral. Ninguém queria mais recuar ao goleiro. Havia também uma indecisão entre buscar o terceiro gol e liquidar o jogo ou se proteger mais com medo de levar o empate.

Nesse ambiente, o Santa Cruz criou coragem e arriscou em busca do gol. Borges percebeu que seu time estava assediado e respondeu com Lucca no lugar de Giovanni Augusto – Marquinhos Gabriel virou articulador no meio. Não deu muito resultado.

A dez minutos do fim do jogo, Borges se rendeu ao medo de ser derrotado. Tirou o atacante Romero e mandou Guilherme às feras com a clara missão de aclamar o time e garantir o resultado. E se deu bem.

FICHA DO JOGO

Corinthians 2 x Santa Cruz

Gols: Luciano, aos 26; Romero, aos 36 minutos do primeiro tempo; Grafite, aos 7 do segundo tempo

Corinthians: Cássio, Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho  Williams) e Giovanni Augusto (Lucca); Romero (Guilherme), Luciano e Marquinhos Gabriel. Técnico: Cristóvão Borges.

Santa Cruz:  Vitor (Mario Sergio), Neris, Danny Moraes e Alan Vieira; Ullian Correia, João Paulo (Lelê), Daniel Costa (Wallyson) e Artur; Grafite e Keno. Técnico: Milton Mendes

Juiz: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Cartões amarelos: Romero, Luciano, Lelê
Público:25.501 pagantes
Renda: R$ 1.384.144,00
Local: Itaquerão

Anúncios