Gabriel Jesus faz pacto com presidente do Palmeiras e admite sair só em julho de 2017

Gabriel-Jesus-Palmeiras-sinal-positivo_715-Maurício-Rummens-Fotoarena

Gabriel Jesus tem um acordo firmado com o presidente do Palmeiras, Paulo Nobre. É um pacto. Nobre liberou Jesus para negociar com o clube que quiser nesta janela de transferências do futebol europeu, desde que fique no Palmeiras até em julho de 2017 ou pelo menos até o fim do Campeonato Brasileiro 2016.

“Está definido. Minha vontade é ficar no Palmeiras. Não penso na Europa, até porque isso pode atrapalhar um pouco. Meu foco é o Palmeiras. Estamos lutando pelo título e estou muito feliz aqui”, disse Jesus, em entrevista no programa Bem Amigos, nesta segunda-feira (04/5).

Acordo feito, cabe aos interessados no futebol do garoto a tocar o negócio nessas condições do pacto entre Nobre e Jesus. Barcelona, Real Madrid e Inter de Milão estão na briga.

Barcelona tem a preferência de Gabriel Jesus. Emissários do clube catalão já se reuniram com Alexandre Mattos, diretor de futebol do Palmeiras. Alinhavaram um acordo. Mas uma proposta direta ainda não foi feita. Ao Barça o menino custaria 24 milhões de euros.

Agentes envolvidos na negociação estão preocupados com a lentidão do Barça. O clube parece tranquilo, tendo em vista o desejo de Jesus jogar no time de Neymar, Messi e Suárez.

Inter de  Milão, diz a imprensa italiana, fez uma proposta. Bom lembrar que ao clube italiano a multa de rescisão de contrato é de 40 milhões de euros.

Real Madrid também está forte. Um dos empresários de Jesus, que tem 22,5%, se associou a Wagner Ribeiro e trabalha a favor da transferência ao Real. Wagner não esconde de ninguém sua preferência pelo Real. Ronaldo Fenômeno, contratado para ser conselheiro e cuidar da imagem de Jesus, também é aliado ao clube espanhol nessa negociação.

Diz a imprensa espanhola que Florentino Perez, presidente do Real Madrid, está disposto a bancar 40 milhões de euros, mesmo tendo a possibilidade de pagar apenas 24 milhões de euros.

Dentro do Palmeiras há muita segurança de que Gabriel Jesus não vai embora agora. Se precisar, Paulo Nobre vai fazer valer o acordo firmado com o garoto.

Anúncios