Vini Jr: “A felicidade de um preto brasileiro, vitorioso na Europa, incomoda muito mais”

foto - reprodução TV

RACISMO CRESCE CONTRA JOGADORES PRETOS BRASILEIROS NO FUTERBOL DA EUROPA. VINICIUS JR NÃO PODE DANÇAR E NEYMAR PUNIDO POR FAZER CARETA NA CELEBRAÇÃO DO GOL.

Veja o que este sujeito, de nome Pedro Bravo, disse a respeito da dancinha de Vinicius Júnior na celebração de seus gols com a camisa do Real Madrid.

 

Pedro Bravo é o comentarista racista que criticou Vini Jr na TV da Espanha no “Chiringuito”, um dos programas campeões de audiência em Madrid, na quinta-feira (15/9).

Agora veja a resposta de Vini Jr a Pedro Bravo e racistas de plantão nessa sexta-feira (16/9):

 

 

A perseguição a jogadores pretos do Brasil não é recente. É recorrente. Daniel Alves já comeu uma banana atirada no campo quando ele ia bater um escanteio em jogo do Barcelona, em abril de 2014.

 

 

Taison, atacante do Internacional, saiu de campo chorando ao sofrer insultos racistas na Ucrânia, há pouco mais de três anos. Taison era destaque Shaktar Donestk, um dos grandes clubes do futebol ucraniano, em maio de 2019.

 

 

Neymar também sofre com a discriminação dos europeus. Ainda nessa semana, foi advertido com cartão amarelo ao celebrar com uma careta o seu gol na vitória do PSG contra o Macabi Haifa na Liga dos Campeões da Europa.

 

 

Neymar disse que no próximo gol vai avisar o juiz: “Vou fazer careta”.

E também saiu em apoio a Vinicius Jr lançando a #BailaViniJr.

Pelé não deixa por menos e abraça Vinicius Jr contra os racistas.

 

 

O trágico e nojento racismo contra jogadores pretos do Brasil na Europa com certeza não vai parar. Vini Jr é o mais recente. Outros virão. Jogadores de origem africana também são vítimas constantes da discriminação.

O futebol perde. E a batalha diante dos racistas não tem hora para acabar.