Cuca não tem tempo para recuperar Gabriel Jesus

pro3-22Cuca assumiu o compromisso público de recuperar o futebol de Gabriel Jesus, após derrota (1 a 0) diante do Santos sábado na Vila. Disse que esta é uma de suas missões na reta final do Campeonato Brasileiro – restam cinco rodadas. Não parece uma tarefa fácil. Treinador do Palmeiras não terá tempo para devolver o garoto aos seus dias de encanto. Jesus, depois do jogo contra o Inter no domingo (06/11), vai servir a Seleção Brasileira e só deve voltar no dia 17/11 na partida contra o Atlético-MG no Mineirão.

Gabriel Jesus vai ficar com Cuca apenas nesta primeira semana de novembro, apontada como crucial para o Palmeiras não deixar escapar o título do Brasileirão. Serão dias de concentração intensa em que não se vai falar em outra coisa do que a obrigação de vencer o Inter no Allianz Parque.

“É uma oscilação. Ele está sendo muito marcado. Começamos com ele de centroavante (contra o Santos), depois o coloquei na esquerda e na sequência na direita. Ele não conseguiu encontrar seu espaço. Tem dia que é assim. Não foi um dia feliz. Acontece com qualquer jogador. Ele continua sendo fundamental para nós. Cabe a mim recuperá-lo nessa reta final de campeonato”, disse Cuca.

Após a partida contra o time gaúcho, o garoto embarca no domingo à noite com destino a Belo Horizonte, onde vai ficar aos cuidados de Tite. Mudança radical de ambiente. Sai o Brasileirão entram as Eliminatórias da Copa de 2018.

1476220170_792041_1476234049_noticia_normal_recorte1O assunto será Seleção Brasileira contra Argentina de Lionel Messi. Não fosse a rivalidade entre as duas esquadras tem ainda o fator Mineirão. O jogo vai marcar a volta do Brasil ao palco do 7 a 1 para Alemanha na semifinal da Copa de 2014. É mais pressão no garoto em clima totalmente adverso ao do Palmeiras.

Em seguida ao jogo da Argentina, dia 10/11, a Seleção embarca com destino a Lima para enfrentar o Peru na madrugada (meia-noite e cinco) de 15 para 16 de novembro. No dia seguinte (17/11), às 21h, o Palmeiras visita o Atlético-MG no Mineirão, pela 35.ª rodada do Brasileirão, partida das mais importantes do time paulista na briga pela taça.

É bem provável que o clube, leia-se o presidente Paulo Nobre, possa emprestar seu jatinho para levar Jesus de Lima até Belo Horizonte. A conferir.

O fato é que Cuca sabe da importância do seu craque nesta reta final de campeonato. O problema é como encontrar tempo e jeito de fazer o menino voltar a jogar o futebol que o levou à Seleção e ao Manchester City por 32 milhões de euros.

16152430

Gabriel Jesus não faz um gol para o Palmeiras a sete jogos. Marcou o último no empate (1 a 1) contra o Flamengo e parou aí. Na Seleção de Tite, em quatro partidas fez quatro gols – média dos grandes craques.

Seus números no Brasileirão, antes espetaculares até a Olimpíada do Rio, indicam uma queda técnica acentuada. Jesus disputou 23 das 35 partidas do Palmeiras. Marcou 11 gols e deu quatro assistências e recebeu 10 cartões amarelos – a maioria por reclamação contra os árbitros.

Se quiser se firmar como grande ídolo do clube que o revelou ao futebol, Gabriel Jesus vai ter de se matar em campo nessas últimas cinco rodadas. E deixar Manchester City e Guardiola para janeiro.

Veja o que disse Guardiola sobre Jesus na véspera do clássico contra o United há uma semana:

article-2439949-18257f2700000578-56_634x404“Com 19 anos, ele  (Gabriel Jesus) é o camisa 9 do Brasil, isso é muita coisa. Estamos muito felizes por contratá-lo, e vamos fazer de tudo para que se adapte rapidamente. Espero contar com a ajuda dos outros brasileiros, Fernando e Fernandinho, nessa hora.”

Veja o que disse Gabriel Jesus há pouco mais de um mês ao The Guardian, de Londres:

“Toda essa mudança não me assusta. Minha vida sempre foi cheia de desafios. Obviamente este é um maior, mas as melhores batalhas são dadas para os melhores guerreiros. Vou ouvir a opinião do treinador (Guardiola) e seu conselho, a fim de melhorar e adaptar o mais rápido que eu puder “.

Anúncios