Bernard não vai voltar ao Brasil e frustra São Paulo, Palmeiras e Flamengo

Assediado por São Paulo, Palmeiras e Flamengo, atacante Bernard não vai trocar o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, por nenhum desses três clubes. A chance de o atacante voltar ao Brasil é zero. Aclamado por Felipão na Copa do Mundo de 2014, como jogador que tem “alegria nas pernas”, a prioridade de Bernard é continuar no futebol europeu.

Shakhtar também não admite negociar seu jogador por empréstimo a clubes brasileiros. O ex-jogador do Atlético-MG só deixa a Ucrânia se for vendido a um mercado de peso, como o europeu ou chinês, que têm bala suficiente para investir alto. Der acordo com a imprensa de Portugal, o clube ucraniano teria recusado uma oferta de 25 milhões de euros (R$ 100 milhões) do Porto na última janela de transferências fechada no fim de agosto.

Assim como Palmeiras e Flamengo, o São Paulo também teria feito consultas agentes ligados a Bernard a respeito de uma negociação por empréstimo. Nada feito. Fontes desse blog garantem que o atacante não tem a menor chance de voltar ao futebol brasileiro na próxima temporada. Wellington Nem, ex-Fluminense, também interessa ao São Paulo.

Bernard tem 24 anos e recebe 4,58 milhões (R$ 15,81 milhões) por ano no Shakhtar.

Revelado no Atlético-MG, teve participação importante na conquista da Copa Libertadores de 2013 no time dirigido por Cuca, que tinha Ronaldinho Gaúcho, Jô e Diego Tardelli. Suas atuações levaram Felipão a convocar o atacante na Copa das Confederações daquele ano e depois na Copa de 2014.

No Mundial, entrou como titular no lugar de Neymar no fatídico jogo da semifinal contra Alemanha. Aquele do 7 a 1.

 

Anúncios