Veja análise dos 23 jogadores da primeira convocação de Tite

Kashiwa Reysol v Guangzhou Evergrande - AFC Champions League Quarter Final
Paulinho celebra gol do Guangzhou Evergrande – Foto: Getty Images

Tite surpreendeu em pelo menos três nomes na sua primeira convocação da Seleção Brasileira. Os mais destacados foram Taison, atacante do Shakhtar Donestk (Ucrânia), o meia Giuliano, ex-Grêmio e hoje no Zenit (Rússia), e Paulinho, ex-Corinthians e há oito meses no Guangzhou (China).

O treinador recorreu ainda à base dos últimos dois anos do time sob o reinado de Dunga. Apostou no ataque da Seleção medalha de ouro na Olimpíada do Rio e se apoiou em jogadores da sua confiança com quem trabalhou até pouco tempo no Corinthians.

Acompanhe análise deste Blog do Prósperi sobre cada um dos 23 da lista de Tite para os jogos contra Equador e Colômbia pelas Eliminatórias da Copa de 2018.

GOLEIROS
asfdcsads-6987362261

Alisson (Roma) – (foto)
Chamado por Dunga, decepcionou na Copa América Centenário. Inseguro e sem quilometragem para ser titular da Seleção.

Marcelo Grohe (Grêmio)
Outro remanescente do grupo de Dunga, está bem no Grêmio, apesar da não manter a regularidade. Deve ser reserva com Tite.

Weverton (Atlético-PR)
Entrou na Seleção Olímpica no vácuo de Fernando Prass. Pouco exigido nos Jogos do Rio, se destacou na decisão nos pênaltis contra Alemanha.

ZAGUEIROS
Gil (Shandong Luneng)
Titular com Tite no Corinthians e convocado por Dunga nos últimos jogos da Seleção. Se não desaprendeu na China, pode guardar lugar no escrete até Thiago Silva voltar.

Miranda (Inter de Milão)
Absoluto com Dunga, caiu de rendimento no futebol italiano e não foi bem na Copa Centenário. Vai ter de suar a camisa para se manter na zaga.

gettyimages-476138676_1Marquinhos (PSG) – (foto)
Mostrou bom serviço na Seleção Olímpica e não será surpresa se aparecer de titular com Tite. Tem liderança e personalidade. Precisar mostrar que é tudo isso no escrete.

Rodrigo Caio (São Paulo)
Irregular no seu clube, cresceu muito nos Jogos Olímpicos. Leve, joga bem pelo setor esquerdo da zaga e sai bem com a bola dominada. Falta mais força física de zagueiro.

LATERAIS
Daniel Alves (Juventus)
Cadeira cativa desde a Copa de 2010. Brilhante nos tempos de Barcelona, alterna ótimos jogos no escrete e outros abaixo do que pode produzir. Vai ser titular com Tite.

Fagner (Corinthians)
É da cota dos que têm a confiança de Tite. Muito bem no Corinthians na temporada passada, não decepciona no Brasileirão. Deve ser reserva na Seleção.

Marcelo (Real Madrid)
Muito elogiado na Espanha, estava na geladeira nos tempos de Dunga. Deve ser o dono da lateral-esquerda com Tite. Prescisa mostrar na Seleção o futebol que joga no Real.

Filipe Luís (Atlético de Madrid)
Dono da posição com Dunga. Não é um lateral ofensivo, mas compensa na marcação. Voou na temporada passada no Atlético e decepcionou na Seleção.

VOLANTES
Casemiro (Real Madrid)
Conquistou Zidane no Real e foi lembrado por Dunga na Copa Centenário. É bom na marcação, não carrega a bola na saída do jogo. Precisa de mostrar serviço na Seleção.

Rafael Carioca (Atlético-MG)
Merecia ser convocado há muito tempo. Joga mais que Casemiro. Marca bem, tem bom passe e sabe sair para o jogo. Deve ganhar a posição de titular no escrete em breve.

MEIAS

Este slideshow necessita de JavaScript.

Renato Augusto (Beijing Goan)
Mostrou na Seleção Olímpica a sua importância. Faz a função de meia e volante. Tem liderança e pode até ser o capitão de Tite.

Willian (Chelsea)
Cadeira cativa no escrete desde a Copa de 2014. Absoluto com Dunga, pode perder status com Tite. Sofreu uma lesão neste fim de semana e corre risco de ser cortado.

Phillipe Coutinho (Liverpool)
Bem no Liverpool, apareceu nas últimas convocações de Dunga. Falta ainda mais confiança e personalidade na Seleção. Tem bons concorrentes no grupo de Tite.

Paulinho (Guangzhou Evergrande)
Decepcionou na Copa de 2014 quando começou como titular e virou reserva. Não foi bem no Tottenham. Na China há oito meses, chega como incógnita. A seu favor a confiança que tem de Tite.

Lucas Lima (Santos)
Faz um péssima temporada desde que se machucou na decisão do Campeonato Paulista no início de maio. Vive um momento ruim. Tem talento para se recuperar. Paulo Henrique Ganso deveria ocupar essa vaga.

Giuliano (Zenit) – (fot0 de camisa azul)
É outro da confiança de Tite. Fazia um bom Brasileirão pelo Grêmio na função de segundo volante até se transferir ao Zenit. Deve ser reserva de Renato Augusto.

ATACANTES
Taison (Shakhtar Donetsk) – (foto de camisa listrada)
Mais um que chega à Seleção da cota de confiança de Tite, com quem trabalhou nas categorias de base no futebol gaúcho. É uma aposta arriscada do treinador. Luan, do Grêmio e do time Olímpico, deveria ocupar esta vaga.

pro2-14

Gabigol (Santos)
Chegou na Seleção pelas mãos de Dunga. Tem futebol para ir longe se não se perder em polêmicas. Pode ser o camisa 9 com Tite.

Gabriel Jesus (Palmeiras)
Artilheiro do Brasileirão, sempre esteve no radar de Tite. Cresceu nos últimos jogos da Seleção Olímpica. Tem bola para ser titular no ataque do escrete.

Neymar (Barcelona)
Dispensa comentários. E ainda deu uma boa notícia ao treinador: não quer mais ser o capitão da Seleção.

Das últimas listas e apostas de Dunga, Ricardo Oliveira não foi lembrado por Tite. E David Luiz, preterido nas últimas convocações, também não foi chamado agora.

84

Soccer match Napoli - Paris St. Germain

Tite disse que jogadores machucados ou em processo de recuperação de lesões se auto-excluíram da convocação e podem ser chamados na próxima em outubro. Casos do zagueiro Thiago Silva e do atacante Douglas Costa, entre outros. A conferir.

20160822114048_57bb0ef0479b4

Anúncios