STJD pune Palmeiras, Flamengo, organizadas e torcedores consumidores de ingressos mais baratos

622_42ff1e5b-ab8e-361b-b322-3554f01540c4

STJD pune torcidas organizadas de Palmeiras e Flamengo com penas inéditas e pode prejudicar os dois clubes na corrida do título do Campeonato Brasileiro. Por decisão do tribunal, as medidas começam a vigorar no dia 14 deste mês, data do jogo entre Palmeiras e  Flamengo no Allianz Parque.

Sem poder vender ingressos de parte (Gol Norte) de seu estádio, o Palmeiras terá prejuízo financeiro e técnico. Neste setor da arena, os ingressos praticados são os mais baratos.

Para se ter uma ideia desse problema, Cuca disse nesta quarta-feira, após a vitória contra o Botafogo-PB pela Copa do Brasil, que as torcidas organizadas empurram seu time o tempo inteiro no Allianz Parque. E ressaltou a diferença do comportamento dos torcedores comuns que costumam ocupar setores da arena localizados na parte superior ao banco de reservas e do túnel de acesso dos jogadores ao campo de jogo.

Veja o que Cuca disse:

“É lógico que repercute (vaias da torcida). A organizada, que a gente sempre mete o pau e fala mal, puxa até o fim cantando, na boa, na ruim, perdendo. Puxa até o fim. Esses estão de parabéns. Atrás do banco aqui, pô, os caras vaiarem um time que está dando tudo o que está dando para eles neste ano… Eles deveriam ter vergonha de fazer isso. Vaiando um produto dele porque jogou mal um tempo. Que absurdo! Eles deveriam colocar a mão na cabeça e ver o momento que eles vivem. É uma minoria, não sei por que fazem isso.”

protesto-mancha-verde-2014-32.jpg

Veja como foram as punições impostas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD):

Palmeiras

5 jogos no Allianz Parque sem direito a torcida visitante

5 cinco jogos Allianz Parque sem vender ingressos para o setor Gol Norte, habitualmente onde ficam as torcidas organizadas

10 jogos sem qualquer representação de torcidas organizadas (faixas, camisas, bandeiras etc)

Multa de R$ 60 mil.

Flamengo

3 jogos sem direito a torcida visitante

3 jogos sem torcida organizada e 20% do estádio fechado como mandante

10 jogos sem qualquer representação de torcidas organizadas (faixas, camisas, bandeiras etc)

Multa de R$ 30 mil

De acordo com essa decisão do STJD, o Palmeiras não terá torcida visitante e parte de suas facções organizadas nas partidas contra: Flamengo (14/9), Coritiba (24/9), Cruzeiro (12/10), Sport (23/10) e Internacional (06/11).

Resta saber como as torcidas organizadas se comportarão nos jogos no Allianz Parque e como o Palmeiras vai agir para impedir a presença das facções em outros setores do seu estádio.

As penas foram adotadas em função dos confrontos entre facções organizadas de Palmeiras e Flamengo no jogo no estádio Mané Garrincha, em Brasília, no primeiro turno do Brasileirão – o mandante era o time do Rio.

A batalha aconteceu no intervalo da partida. A polícia do DF entrou ação e jogou gás pimenta nos torcedores. Os efeitos foram sentidos pelos torcedores comuns nas arquibancadas e no campo, provocando uma interrupção de 12 minutos do jogo.

Durante os incidentes, um pai em desespero carregou seu filho cadeirante no colo em busca de socorro. A cena comovente correu o mundo. O Palmeiras fez uma homenagem ao garoto no jogo seguinte no Allianz Parque.

FORAGIDOS
Lucas Alves Lezo e Gabriel Augusto Silva, torcedores do Palmeiras envolvidos na briga no Mané Garrincha, tiveram prisão decretada por tentativa de homicídio e estão foragidos, segundo informa os jornalistas Martin Fernandez e Vicente Seda do site globoesporte.

Lezo já foi denunciado pelo Ministério Público de São Paulo no confronto entre facções organizadas de Palmeiras e Corinthians na avenida Inalar de Souza em 2012. Na batalha morreram dois palmeirenses, um deles era irmão de Lucas Lezo.

Anúncios