A vergonha escancarada do futebol brasileiro no mundo

Imagem de um pai carregando seu filho no colo em fuga da batalha entre facções organizadas de Palmeiras e Flamengo; as quedas de Mano Menezes e Luxemburgo na China; o processo aberto contra Neymar por fraude financeira na Espanha; e o futebolzinho da Seleção … Precisa mais?

bieber

A situação do futebol brasileiro neste momento de atenção à Copa América Centenário nos Estados Unidos e Eurocopa na França é, no mínimo, desconfortável. Não se tem uma boa notícia, seja no ambiente doméstico ou fora do País. Há um certo constrangimento, para não dizer vergonha escancarada.

Vamos começar pela impactante imagem do pai carregando seu filho paraplégico no colo, na tentativa de escapar dos efeitos do gás pimenta e lacrimogêneo disparado pela Polícia Militar durante a batalha das facções de Palmeiras e Flamengo no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, domingo passado.

pai-carregando-filho-mane-garrincha1

A imagem diz tudo. É um retrato acabado da violência sem fim que nocauteia o futebol brasileiro. Não se toma providência para valer, apenas medidas paliativas a serviço dos interesses do Ministério Público, Secretarias de Segurança, CBF e tribunais de justiça desportiva.

Se nos estádios e nas cercanias a violência tem livre arbítrio, no âmbito esportivo também vamos muito mal. Veja a situação na China de dois treinadores renomados e com passagem pela Seleção Brasileira.

UnknownVanderlei Luxemburgo e Mano Menezes acabam de deixar o futebol chinês depois de uma passagem relâmpago de seis meses. Vítimas de resultados ruins e até boicote interno em seus clubes, os dois treinadores foram obrigados a sair.

Mano anunciou nesta terça-feira (07/6) seu desligamento do Shandong Luneng, time que conta com o zagueiro Gi, titular da Seleção Brasileira, Diego Tardelli, Aloísio, Montillo. Mano chegou ao clube no fim do ano passado para substituir Cuca, que havia comandado a equipe por dois anos.

TIANJIN QUANJIAN / VANDERLEI LUXEMBURGO

Vanderlei Luxemburgo também pegou seu boné na China. Deixou o Tianjin Songjian, da Segunda Divisão, depois de uma passagem de seis meses. O treinador ainda discute com o clube o pagamento de uma alta multa rescisória.

Resultados ruins e um boicote declarado de jogadores chineses e membros do estafe técnico do clube abreviaram a travessia de Luxemburgo. O treinador levou Luis Fabiano, Jadson e Geuovânio, que têm futuro incerto após a saída do técnico.

Cannavaro, ex-zagueiro da seleção italiana, que trabalhou no futebol chinês na temporada passada, vai substituir Luxemburgo.

Ainda no cenário internacional, Neymar, o astro maior do futebol brasileiro, está encrencado. A Procuradoria da Audiência Nacional da Espanha solicitou à Justiça, nesta terça-feira (07/6), abertura de processo contra o craque e seu pai por fraude financeira. O caso, segundo os espanhóis, é de sonegação fiscal.

20160606215542_0

Neymar, parece, não está preocupado. Licenciado pela CBF e Dunga da Seleção, tem desfilado ao lado de celebridades como o piloto da Fórmula 1 Lewis Hamilton e do astro pop Justin Bieber em palcos da Copa América Centenário nos Estados Unidos.

Enquanto isso, Dunga não consegue fazer a Seleção jogar um futebol razoável e tem decepcionado a comunidade no futebol internacional. A torcida brasileira há muito tempo perdeu o encanto com o escrete. Triste.

Anúncios