Palmeiras desanda no Brasileirão e cede liderança ao Corinthians

gol_Neilton_Botafogo

Palmeiras, sem Fernando Prass e Gabriel Jesus, conhece sua segunda derrota consecutiva e desanda no Campeonato Brasileiro. De líder, desde a nona rodada, cai para o terceiro lugar ultrapassado por Corinthians, que assumiu a ponta, e Santos, ao perder por 3 a 1 para o Botafogo neste domingo (30/7) no Rio.

A situação passa a ser crítica. Prass, com fratura no cotovelo direito, deve voltar apenas em 2017. Gabriel Jesus ainda vai ficar fora pelo menos em mais cinco rodadas. Edu Dracena se machucou no jogo.

Wagner, substituto de Prass, não se impôs. Inseguro, cometeu pênalti em Vinicius ao final da partida quando o Palmeiras havia feito um gol, com Erik, e dava sinais de que poderia beliscar um empate. Na saída de bola com os pés, Wagner errou todas.

No ataque, as coisas também não vão bem. Sem Jesus, acabou a referência. Cuca tentou com Erik, Leandro Pereira, Barrios e Alecsandro. Nenhum deles funcionou. Uma dor de cabeça ao treinador que tem cometido equívocos nas suas escolhas.

28604857476_9869c4174d_oOutro problema acentuado nessas duas rodadas é a falta de criatividade. Cleiton Xavier baixou a guarda. Não consegue mais articular o ataque e na composição do meio-campo parece um sonâmbulo. Tem sido sacado no intervalo dos jogos. A pergunta: por que Cuca insiste com Xavier?

Essas carências se cristalizaram na derrota para o Botafogo, em especial no primeiro tempo quando o time se deixou envolver pelo adversário. Sofreu dois gols de Neílton e poderia tomar outros tamanha facilidade com que a equipe carioca chegava à zona de gol.

No segundo tempo, com a saída de Xavier e Roger Guedes, outro que caiu de produção, o Palmeiras progrediu um pouco, mas muito longe de se tornar avassalador. Fez um gol aos 32, com Erik. Forçou o empate e, no melhor momento, se espatifou de vez com o pênalti desnecessário de Wagner em Vinicius convertido por Camilo.

Já passou da hora de Cuca rever alguns conceitos e repensar o Palmeiras, sob pena de ver o time despencar neste fim de primeiro turno e começo do segundo. A casa ainda não caiu. É preciso reforçar os alicerces.

FICHA DO JOGO

Botafogo 3 x 1 Palmeiras

Gols: Neílton, aos  18 e 34 do primeiro tempo; Erik, aos 32; e Camilo, aos 41 do segundo tempo.

Botafogo: Sidão, Luis Ricardo,  Renan Fonseca, Emerson e Diogo;  Rodrigo Lindoso (Dudu Cearense), Airton, Bruno Silva e Camilo’ Neílton e Canales (Vinicius). Técnico: Ricardo Gomes

Palmeiras: Wagner, Jean, Edu Dracena (Thiago Martins), Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos, Moisés e Cleiton Xavier (Dudu); Roger Guedes (Rafael Marques), Leandro Pereira e Erik. Técnico: Alberto Valentin

Juiz: Heber Roberto Lopes
Cartões amarelos: Edu Dracena, Canales, Ailton, Jean, Vitor Hugo, Bruno Silva, Diogo,
Renda: R$ 254.040,00.
Público: 7.743 pagantes
Local: Arena Botafogo

Anúncios