São Paulo e Corinthians jogam clássico de fim de feira neste sábado

587630-970x600-1São Paulo e Corinthians se enfrentam neste sábado no Morumbi no pior momento dos dois times na temporada. O primeiro briga para não ser rebaixado à Série B. O segundo finca unhas na rocha em busca da salvadora vaga na Copa Libertadores. Desespero resume bem a situação desses gigantes no clássico de torcida única, que terá casa cheia de são-paulinos – até esta quinta-feira (03/11), 45 mil ingressos haviam sido vendidos.

Não era nem de longe o que os dois clubes projetavam no início da temporada. Por erros grosseiros de gestão e alguns imprevistos, os dois barcos chegam na reta final à deriva.

Se recuarmos um pouquinho no tempo, vamos ver o São Paulo iludido por ter aportado à semifinal da Libertadores, depois de gastar R$ 22 milhões no zagueiro Maicon. No Corinthians, se esperava que Tite fosse levar o time ao título do Brasileirão depois de quedas desastrosas no Paulistão e Libertadores.

Não tiveram êxito.

Eliminado na semifinal, muito em função da expulsão de Maicon, o Tricolor ainda perdeu o técnico Edgardo Bauza para Seleção Argentina. Casa caiu de vez a partir de agosto.

Quase no mesmo período, o claudicante Alvinegro se viu obrigado a entregar Tite e boa parte de seus comissários à Seleção Brasileira, então esfarelada na gestão Dunga.

56c0d24245b97

Sem seus mentores, os dois clubes foram em busca de novos treinadores. E erraram o alvo. Nem Ricardo Gomes no Morumbi nem Cristóvão Borges e Fabio Carille no Itaquerão conseguiram mudar o curso do rio. E Oswaldo de Oliveira já pisa em ovos.

Enquanto os dois times continuam invertebrados, dirigentes se debatem em busca de uma rota segura.

No São Paulo, o presidente Leco, herdeiro da gestão Carlos Miguel Aidar, que sofreu um impeachment, vive dias de penúria sem caixa – talvez tenha se arrependido do investimento de R$ 22 milhões em Maicon.

No Corinthians, o presidente Roberto Andrade, herdeiro da gestão Andrés Sanchez e Mario Gobbi, está isolado no clube e corre risco de sofrer impeachment. Não tem recursos e vê a receita de bilheteria do Itaquerão minguar. Segundo o site globoesporte, o clube deve arrecadar R$ 90 milhões de uma meta estimada em R$ 127 milhões.

apos_apresentacao_jo_falou_sobre_experiencia_zv

Sem muitas alternativas, os dois cartolas buscam no passado um alento ao futuro. Andrade apresentou nesta quinta-feira o novo reforço do time: o atacante Jô, nascido e criado nas categorias de base do clube no início dos anos 2000.

Leco, com auxílio do executivo de futebol, Marco Aurélio Cunha, resgatado há pouco para ajudar a puxar a boia de um time à beira do naufrágio, abre as portas do Morumbi a Luis Fabiano, que volta do futebol chinês. E, tacada definitiva, dar ao ex-goleiro Rogerio Ceni o comando técnico em 2017.

luis-fabiano

Como se vê, nem São Paulo nem Corinthians têm muita coisa a contar aos seus torcedores.

No clássico deste sábado, o Tricolor corre por três pontos que podem tirar o time da ciranda do rebaixamento – tem 42, na 12.ª colocação, seis a mais que o Vitória, o 17.º. E o Alvinegro precisa vencer para entrar no G-6, grupo dos que se classificam à Libertadores. Por enquanto, é o 7.º, com 50 pontos, um a menos que o Atlético-PR, o 6.º colocado.

Jogo no Morumbi promete. O time que tremer menos as pernas vai sair vencedor. A conferir.

Anúncios